fbpx

7 dicas para organizar o estoque da sua empresa

7 dicas para organizar o seu estoque

Não importa se você é dono de uma multinacional ou um microempresário com uma loja de bairro, saber organizar o seu estoque pode ser a diferença entre lucro e expansão da empresa ou prejuízo e falência.

Não é exagero. Com um estoque bem organizado, a empresa se torna mais eficiente na reposição de produtos, reduzindo o desperdício e o impactando diretamente a margem de lucro do negócio.

Pensando nisso, vamos te mostrar 7 dicas práticas para você organizar o seu estoque. Lembre-se que os detalhes fazem toda diferença. Portanto, mesmo que algumas recomendações lhe pareçam supérfluas, coloque-as em prática e você logo verá os resultados. Vamos lá!

 

1. Localização dos produtos no estoque

Um estoque bem organizado contém etiquetas, placas ou sinais de localização para cada seção, prateleira e corredor. 

Se você leva tempo para encontrar um produto, sinto lhe dizer, mas seu estoque está mal organizado. Todo produto deve ter um “endereço” para que seja facilmente encontrado. Utilize etiquetas com cores diferentes ou códigos, tanto faz. O importante é criar um sistema de localização para que seu estoque siga sempre um padrão de organização.

 

2. Siga as instruções de armazenamento das embalagens

Cada embalagem de produto possui instruções de armazenamento ideais para que o produto dure até a data de expiração. Para evitar prejuízos com produtos estragados, siga à risca todas as orientações de armazenamento das embalagens. Parece óbvio, mas muitas vezes estas instruções passam despercebidas.

 

3. Mais pesados embaixo, mais leves em cima

A fim de preservar seus móveis e prateleiras e evitar acidentes, é importante seguir a recomendação de alocar os produtos mais pesados em prateleiras baixas e os produtos mais leves em prateleiras mais altas.

No zelo de posicionar os produtos com maior saída em posições mais visíveis, esse princípio acaba sendo ignorado algumas vezes. Porém, o prejuízo de ter que remobiliar seu estoque ou de gerar um acidente, aos colaboradores ou clientes, pelo mal planejamento, deve ser considerado.

 

4. Produtos com validade próxima do fim à frente

Se quiser reverter seus custos e lucro, você não pode se dar ao luxo de perder produtos por causa do prazo de validade. Por isso, acompanhe metodicamente a validade dos produtos em seu estoque e sempre posicione à frente nas prateleiras os produtos com validade próxima do fim.

Se necessário, realize promoções para que os produtos não vençam no estoque. Mesmo que sua margem de lucro diminua com isso, ainda é uma saída melhor do que o prejuízo de 100% no produto.

 

5. Aproveite o espaço vertical

Quando seu estoque está mal organizado, um dos primeiros sintomas é a falta de espaço. Para contornar a situação e aproveitar seu espaço com mais eficácia, utilize os espaços verticais com prateleiras nas paredes, por exemplo.

Mesmo que a medida não seja necessária no momento, evite esperar que suas mercadorias fiquem sem lugar para adotar essa prática. Começando a utilizar o espaço vertical desde já, você se previne contra possíveis gargalos devido à falta de espaço e inclusive evita a necessidade de obras no estoque por um bom tempo.

 

6. Itens mais vendidos na entrada do estoque

Conheça quais são seus produtos mais vendidos e os posicione na entrada (ou saída, dependendo da perspectiva) do estoque. O objetivo é facilitar o acesso ao produto, já que ele é o mais procurado. Isso contribui significativamente no aumento das vendas.

 

7. Utilize softwares de gestão de estoque

A tecnologia é a maior aliada na boa organização das mercadorias. Com um software de gestão e controle, a contagem e a maioria dos processos que já citamos aqui se tornam mais ágeis e automáticos.

Por exemplo, você consegue fazer o registro de todos os produtos que entram e saem da sua loja, consultando os dados a qualquer momento. É possível, ainda, acompanhar os itens com mais e menos saída, aqueles que estão próximos da validade, dentre outras variáveis.

Enquanto uma gestão manual ficaria suscetível à falha humana, com um software de gestão de estoque, é possível minimizar os riscos para o negócio. Além disso, será possível se antecipar diante dos pedidos para os fornecedores, conseguindo negociar com uma margem de tempo mais favorável e, claro, com uma visão — embasada em dados — do que é realmente necessário manter no estoque.

A Razem possui soluções personalizadas que se enquadram às necessidades de diversos segmentos — empresas de materiais de construção, indústrias, transportadoras, imobiliárias, varejo, e outros.  CLIQUE AQUI para solicitar uma demonstração dos nossos sistemas e saber como podemos te ajudar em sua gestão de estoque.

 

Leia também:

Como implantar o controle de estoque em meu negócio?

Por que o cálculo de giro de estoque é decisivo em sua empresa?

Inventário: melhorando a gestão do seu estoque.

Fique por dentro das últimas novidades sobre gestão empresarial! 

Assine a newsletter do blog Adaptive e receba conteúdos novos toda semana diretamente no seu e-mail!

Leia Também

Temos soluções para diferentes necessidades.

Saiba como tornar o seu negócio mais competitivo no mercado.

Muito Obrigado!

Muito Obrigado!