fbpx

Funções de um gerente de posto de combustível

Publicado em:

 

Funções de um gerente de posto de commbustivel

Mesmo contando com uma equipe treinada e com experiência nas funções, o gerente de posto de combustível agrega funções de gerenciamento, coordenação, financeiro, marketing, preocupação técnica e outras.

A função de gerenciar um negócio sempre requer uma preparação exclusiva, para os postos de combustíveis não é diferente e necessita de dedicação e responsabilidade.

É claro que o gestor do posto de combustível é um facilitador das demandas diárias, e a empresa também deve atentar-se ao sistema para postos de combustíveis, que facilitará todo o controle das responsabilidades.

Para uma melhor compreensão, neste artigo vamos detalhar as áreas que o gerente do posto de combustível pode se envolver. Vamos lá!

APOIO AO DONO DO POSTO DE COMBUSTÍVEL

É essencial que o gestor do posto de combustível seja um braço direito e forneça suporte ao dono do posto. Desta forma, o mesmo será responsável por gerenciar e acompanhar a execução dos procedimentos, da comunicação e do relacionamento com os colaboradores, dos serviços que o estabelecimento oferece e do relacionamento com os clientes.

Como isso, é necessário que o dono do posto estabeleça os objetivos, metas e prioridades que o gestor deve seguir em cada tarefa exercida.

FUNÇÕES DE UM GERENTE DE POSTO

ADMINISTRAÇÃO

O gerente de um posto de combustível tem o papel de coordenar para que todas as operações desempenhadas na pista de abastecimento aconteçam com sucesso, como as funções relacionadas a combustível e a outros produtos e serviços comercializados ou oferecidos gratuitamente, como a calibragem de pneus e conferência de água e óleo do motor.

Sendo assim, o gerente pode supervisionar o posto com o auxílio de um gestor assistente ou de um frentista escalado para a função. Também é necessário fiscalizar a limpeza do local, o recebimento de combustíveis e de outros produtos e ao funcionamento dos equipamentos, estando de prontidão para solucionar ou encaminhar quaisquer problemas técnicos que possam aparecer.

LOJA DE CONVENIÊNCIA

Se o posto possuir uma loja de conveniência que não seja terceirizada, o gerente terá o papel de supervisionar os pedidos, monitorar o recebimento de mercadorias, verificar as questões sanitárias e de controle da qualidade e do estoque de produtos, que representa uma forma de apoiar o dono do negócio.

E ainda, o gerente também precisa cuidar do relacionamento e da comunicação com os colaboradores e clientes, estando sempre atento para as questões que influenciam em um bom funcionamento da loja de conveniência.

CAIXA E FINANÇAS

O gerente do posto de combustível também atua no fechamento dos caixas, providenciando depósitos, pagando contas, atualizando livros, coordenando as horas de trabalho dos colaboradores e pagamento de salários.

O mesmo também poderá cuidar dos pedidos, recebimentos e determinação de preços dos produtos que são comercializados no posto. Além disso, é imprescindível que o gestor acompanhe as margens de lucro e verifique ações e preços praticados pela concorrência.

Como falamos anteriormente, o gerente de posto de combustível é uma peça importante para o bom funcionamento de qualquer negócio. Portanto, fica a critério do proprietário delimitar as funções que ele deve desempenhar e organizar para que receba o treinamento adequado para cada tarefa atribuída.

Saiba mais:

O que é um sistema inteligente para postos de combustíveis?

No seu posto de combustível o gerente desempenha as funções citadas? Deixe sua opinião nos comentários! Para receber dicas como estas, assine nossa newsletter logo abaixo!

Fonte: MinasPetro

GOSTOU? Deixe seu e-mail e receba conteúdos como este!

O que achou? Deixe um comentário