Gestão ambiental em postos de combustíveis: o que é e por que fazer

Publicado em:

Gestão ambiental em postos de combustíveis: o que é e por que fazer

Se você trabalha no nicho de postos, você deve pelo menos ter uma ideia dos impactos que esse mercado pode provocar na natureza. Por isso, a gestão ambiental em postos de combustíveis é um assunto super importante e obrigatório para aqueles que desenvolvem essa atividade empresarial.

Primeiro, você deve saber que não há como realizar uma boa gestão ambiental sem antes compreender quais são os problemas que seu estabelecimento pode causar ao meio ambiente. O derramamento dos combustíveis e seus derivados, por exemplo, pode contaminar o solo afetado e, dependendo da quantidade, a contaminação pode chegar aos lençóis freáticos e prejudicar a qualidade da água consumida pelos moradores próximos ao local.

Devido aos riscos como o citado acima, o não-cumprimento das normas de segurança e de atuação pode levar a multas e sanções para os postos de combustíveis. Então, que tal aprender o que é gestão ambiental e como fazê-la no seu negócio? Continue lendo o artigo e não se esqueça de assinar a nossa newsletter para receber conteúdos como esse diretamente em seu e-mail.

 

O que é gestão ambiental?

Fazer uma boa gestão ambiental é aliar o exercício econômico da sua atividade a métodos racionais de utilização dos recursos naturais, respeitando sempre o meio ambiente e incentivando o desenvolvimento sustentável. Por isso, várias normas devem ser respeitadas para preservar a saúde e o bem-estar de todos os envolvidos no seu negócio: clientes, colaboradores e moradores próximos da região em que você atua.

 

Quais são os impactos negativos da atividade de um posto de combustível?

Se a gestão ambiental não for feita corretamente em um posto de combustível, os riscos podem variar de incêndios até contaminações de recursos naturais, entre outros.

Veja alguns dos exemplos:

  • Incêndios ou explosões, causadas pelo manejo incorreto de produtos químicos ou fontes inflamáveis
  • Emissão de substâncias químicas, impactando a qualidade do ar local
  • Alto consumo de água usado na lavagem de automóveis, afetando o abastecimento hídrico de água.
  • contaminação dos recursos naturais pelos principais resíduos resultantes vindos da lavagem de veículos e do pátio no posto

Você sabe para onde vão a água usada na lavagem de carros, os frascos de óleo usados, os lubrificantes substituídos, as estopas e os materiais recolhidos na caixa de areia? Saber responder a essa questão é fundamental para uma boa gestão ambiental do posto!

 

Como implementar a gestão ambiental em postos de combustíveis?

Para ter processos fluidos de gestão ambiental em seu negócio, você deve investir em algumas ações como:

 

Treinamento adequado de pessoal

Seus colaboradores precisam estar atentos às regras vigentes e saber exatamente como suas rotinas serão transformadas com a implementação da gestão ambiental. São eles que estão presentes no dia a dia do posto e, por isso, o cumprimento e manutenção dos processos de gestão ambiental depende deles.

 

Desenvolvimento de planos para emergências

Pensar em situações extremas e em como agir quando elas ocorrerem deve ser uma prioridade da sua empresa. Afinal, realizar atividades com produtos inflamáveis e nocivos à saúde envolvem riscos que podem afetar clientes, colaboradores, fornecedores e a comunidade em geral. Por isso, siga as normas da Resolução 273 do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), que trata sobre o assunto, além de verificar o seguimento dos procedimentos instituídos por órgãos locais de regulamentação como Prefeituras e Secretarias.

E mais:

  • Requisição de um local apropriado para armazenamento de produtos
  • Fiscalização e controle de medidas preventivas contra incêndios e explosões
  • Introdução de tratamento e filtragem de resíduos para que não ocorra contaminação local

 

Na dúvida, procure um profissional

Algumas das normas de segurança para gestão ambiental podem causar dúvidas.

Por isso, se necessário, chame um engenheiro ambiental para responder seus questionamentos e reparar problemas. Além disso, tenha o hábito de checar mensalmente alguns espaços do posto. Vistorias periódicas são fundamentais para identificar falhas na gestão.

Você tinha ideia de como a gestão ambiental pode não só tornar o seu posto mais seguro como também preservar o meio ambiente e o bem-estar daqueles que o frequentam e moram próximos?

E quanto a você? Você já tem algum projeto de gestão ambiental? Como isso acontece no seu posto? Deixe seu comentário!

 

GOSTOU? Deixe seu e-mail e receba conteúdos como este!

O que achou? Deixe um comentário