Gestão de estoque para lojas de conveniência – Uma tarefa desafiadora

Publicado em:

A gestão de estoque influencia diretamente na saúde empresarial, de forma que a lucratividade sustentável do negócio depende, em grande parte, dessa atividade.

Uma gestão de estoque feita de forma incorreta traz prejuízos imensuráveis à empresa, causando problemas que podem demorar para serem solucionados.

Hoje, você entenderá como fazer a gestão de estoque para lojas de conveniência e garantir que o seu posto ofereça as melhores opções para seus clientes, sem deixar faltar nada e sem criar confusão e caos no estoque.

Melhores dicas de gestão de estoque para lojas de conveniência

1 – Tenha uma equipe confiável e competente

Engana-se o gestor que pensa que o estoque é um setor que pode se dar ao luxo de incluir funcionários que não são comprometidos com a empresa. Sabemos que eles existem, mas o estoque definitivamente não é o lugar para eles.

A gestão de estoque para lojas de conveniência requer dedicação, de forma que o colaborador cuide do estoque como se estivesse cuidando de sua própria casa.

Por isso, no momento da contratação, escolha os candidatos com melhor perfil de confiança, empenho e dedicação. Acredite, você precisará dessas qualidades se quiser manter a gestão de estoque impecável.

2 – Faça o inventário inicial

O primeiro inventário é o mais importante de todos. Fazendo o inventário inicial, você entende qual a quantidade de cada item em estoque, além de saber exatamente o que sua loja de conveniência pode ou não pode disponibilizar ao cliente.

É com as informações coletadas no inventário inicial que você vai alimentar seu sistema pela primeira vez. Nos inventários seguintes, o sucesso da operação depende, em grande parte, da precisão do inventário inicial. Se o primeiro inventário estiver incorreto, o próximo também estará.

3 – Conheça as formas de controlar o estoque

Existem diversos esquemas de controle de estoque. O mais conhecido entre eles é o PEPS (Primeiro que Entra, Primeiro que Sai), que é muito bom para produtos perecíveis e que possuem data de validade em geral.

Contudo, existem outros esquemas, como o UEPS (Último que Entra, Primeiro que Sai), que se baseia no preço do último lote armazenado. Cabe ao gestor escolher qual a melhor forma de gerenciar seu estoque. Como estamos falando da gestão de estoque para lojas de conveniência, que geralmente possuem um mix de produtos com validade curta e longa, recomendamos o sistema PEPS.

4 – Estabeleça um padrão de organização

Uma ótima dica de gestão de estoque para lojas de conveniência é criar um padrão de organização para o estoque. Isso quer dizer agrupar produtos semelhantes, de mesma categoria ou, inclusive, de mesma marca, para facilitar o manuseio destes.

Ao procurar um produto no estoque, seus colaboradores conseguirão encontrá-lo mais facilmente. Além disso, a organização evita erros, quebras e perdas. Lembre-se de que você está lidando com um grande volume de itens e, portanto, deve sempre manter tudo organizado.

5 – Planeje as compras de acordo com a demanda

Um dos maiores erros na gestão de estoque para lojas de conveniência é realizar compras sem fundamento. Toda e qualquer compra deve ser realizada com base na demanda, ou seja, na saída de produtos da sua loja.

Para que isso seja feito com eficiência, é preciso levar em consideração o histórico de movimentação, e não somente as vendas do período presente. Assim, você conseguirá prever a demanda em determinados momentos do mês, do semestre e do ano. Isso te possibilita um controle de estoque muito mais eficiente, com consciência e produtividade.

6 – Negocie com os fornecedores

Outra dica de gestão de estoque para lojas de conveniência é negociar as compras, prazos e condições com os fornecedores. Quando você negocia uma quantidade maior de itens, as condições tendem a ser melhores.

Tente negociar os prazos de acordo com o seu fluxo de caixa. Isso é importante, pois se você não tiver dinheiro para efetuar os pagamentos, pode acabar faltando itens em seu estoque, o que gera perda de vendas e prejuízo.

O melhor cenário é aquele onde você recebe os produtos e ainda possui um prazo para efetuar o pagamento. Isso pode ser conseguido por meio de uma negociação.

7 – Registre todos os processos internos

Todos os processos internos devem ser registrados e documentados para evitar erros, divergências e falhas. Essa é uma prática rígida, mas necessária se você quiser fazer uma boa gestão de estoque para lojas de conveniência.

Cada movimentação entre estoque e loja deve ser registrada em sistema para que você tenha o total controle das operações. Sem esse controle, o estoque tende a ficar desorganizado com muita rapidez.

Abastecimento, entrada, quebra e perda são algumas das operações que devem sempre ser documentadas e registradas em sistema assim que ocorrem. Isso é muito importante.

8 – Tenha um software para controlar o estoque

O tempo das planilhas já passou. Empresas que querem ter um controle de estoque realmente eficiente e preciso devem implantar um software de gestão empresarial. Esse tipo de sistema possui inúmeros módulos para controlar diversas tarefas e processos, mas um dos principais é o controle de estoque.

Com o software, você consegue registrar cada operação em tempo real, o que te permite estar sempre a par da situação do estoque. Além disso, é possível registrar cada item de acordo com suas especificidades, mostrar onde eles estão guardados no estoque e qual a data de entrada de cada um.

Operações no estoque podem ser realizadas em lote e, inclusive, de forma automática. Ou seja, além de manter um controle de estoque altamente eficaz, você automatiza diversos processos para reduzir erros operacionais.

Se você ainda não tem um software de gestão eficiente, conheça o Petros, um software de gestão feito exclusivamente para postos de combustíveis e lojas de conveniência. Com ele, você elevará o nível de gestão da sua empresa a novos patamares. Conheça o Petros e peça sua demonstração gratuita agora mesmo!

GOSTOU? Deixe seu e-mail e receba conteúdos como este!

O que achou? Deixe um comentário

Saiba quais foram nossas medidas e ações para proteger e garantir o bem-estar de nossos colaboradores e parceiros durante a pandemia. Leia as atualizações mais recentes.