Quer vender mais? 4 dicas para montar um lava a jato no seu posto

Publicado em:

Quer vender mais? 4 dicas para montar um lava a jato no seu posto

De acordo com informações do Censo Demográfico 2000-2010 realizado pelo IBGE, o Brasil tem uma média de 1 carro para cada 2,94 habitantes. O mercado automotivo possui muitas demandas e pode ser explorado pelos empresários, especialmente os donos de postos de combustíveis, que querem capitalizar ao atender as necessidades dos motoristas. Por isso, montar um lava a jato pode ser uma grande ideia.

Ao oferecer serviços de lavagem e outros adicionais, o lava a jato de um posto pode ser fonte de atração de novos clientes e ferramenta de fidelização.

Nesse artigo, vamos apresentar algumas dicas que você deve ter em mente ao montar um lava a jato em seu posto. Vamos lá?

 

Estude o mercado

Fazer pesquisas relacionadas ao seu potencial público é um dos primeiros cuidados que você deve ter ao investir em um negócio.

Os postos de combustíveis são estabelecimentos nos quais a rotatividade de público costuma ser grande. Você pode aproveitar essa característica para lucrar mais. No entanto, você necessita primeiro compreender quais são as necessidades dos seus clientes.

Por isso, analise o mercado e o comportamento das pessoas que residem ou trabalham perto do seu posto.

Você está localizado em uma avenida de grande movimento ou seu estabelecimento é mais de bairro? Os clientes prezam pela agilidade ou buscam serviços diferenciados como, por exemplo, limpeza do ar condicionado e troca de óleo?

Ter as respostas para essas perguntas vai te ajudar a pensar em estratégias efetivas de atração e fidelização de clientes e garantir o sucesso do seu empreendimento.

 

Agregue valor ao seu negócio

Como qualquer empresa hoje em dia, a tendência é agregar valor ao seu negócio para se diferenciar dos concorrentes. No caso do mercado de lava a jatos, montar uma estrutura ambientalmente correta e economicamente sustentável pode trazer essa diferenciação.

Ademais, o empreendedor pode ser criativo e explorar a oferta de serviços adicionais. Além da tradicional limpeza da carroceria e interior do veículo, os seguintes serviços podem ser oferecidos:

 

  • Impermeabilização, proteção e revitalização de pintura automotiva;
  • Hidratação de bancos de couro;
  • Desodorização;
  • Higienização de ar-condicionado (com aplicação de fungicidas e bactericidas);
  • Retirada e entrega do veículo em domicílio;

 

Escolha bem seus fornecedores

Um empresário do ramo de postos de combustíveis provavelmente já deve saber disso mas não custa fazer o alerta novamente.

A escolha dos fornecedores é essencial para o bom funcionamento do negócio.

Você deve ter cuidado ao negociar com os fornecedores de maquinário, produtos de limpeza, luvas, uniformes e outros. Procure fazer parcerias com empresas que já possuem experiência no fornecimento a outros lava a jatos.

Conversar com os colegas de outros postos também pode render boas indicações de fornecedores.

 

Monte uma infraestrutura adequada

Toda a cadeia de serviços da indústria automobilística está sob vigilância crescente de órgãos governamentais de controle ambiental e também pela sociedade que, a cada dia, busca consumir mais produtos e serviços ambientalmente sustentáveis.

Como exemplo, em 2010 foi sancionada a lei nº 17.606 na cidade de Recife, que obriga todos os estabelecimentos de lavagem de veículos a instalarem sistemas de reservatório e captação de água da chuva.

Com o mesmo objetivo, entrou em vigor no estado do Espírito Santo a Lei nº 9.439/2010, que obriga postos de combustíveis, lava a jatos, transportadoras, empresas de ônibus e locadoras a instalar sistema de tratamento e reutilização da água usada em lavagem de veículos, equipamentos e instalações.

Por essa razão, você precisa providenciar uma infraestrutura adequada para montar um lava a jato. Além da questão ambiental, é preciso que o negócio esteja próximo de fontes de água e energia elétrica.

É também necessário um local para armazenamento dos produtos de limpeza, EPIs dos colaboradores e demais itens. Além disso, organize o despejo correto da água e outros produtos decorrentes das lavagens. Pense no meio ambiente!

Estudos realizados pelas grandes empresas de estacionamentos e postos de gasolina, concluíram que mais de 88% dos proprietários de automóveis com menos de dez anos de uso lavam seus carros com uma periodicidade de 15 dias e 53% o fazem semanalmente.

 

Você não vai ficar de fora dessa oportunidade de mercado, certo?

Se ainda tiver dúvidas sobre como montar um lava a jato, você pode contratar consultores profissionais que conheçam as leis vigentes do seu município para evitar multas e dores de cabeça futuras.

Então, pronto para colocar essas dicas em prática? Se você gostou do artigo, não se esqueça de compartilhá-lo nas suas redes sociais 😉

GOSTOU? Deixe seu e-mail e receba conteúdos como este!

O que achou? Deixe um comentário