O que analisar em um CV para contratar o candidato certo

Publicado em:

O que analisar em um CV para contratar o candidato certo

Contratar pessoas é talvez uma das tarefas mais desafiadoras na vida de um empresário. Se, quando você recebe aquela montanha de currículos para a vaga anunciada, você gasta muito tempo pensando no que analisar para escolher um candidato, este texto pode conter algumas dicas valiosas para você entender como contratar o candidato certo para o seu negócio.

Como dizem … tempo é dinheiro, não é? Por essa razão, preparamos este post para você aprender alguns macetes sobre a análise de CVs e eliminar aqueles candidatos que não se encaixam no perfil procurado.  

Tempo é importante, claro. Mas tanto quanto talvez mais importante, é a qualidade da sua análise. Nada se resolve ao achar que contratou o funcionário dos sonhos quando, depois do período de experiência, você verifica que ele não era o que você estava procurando. Os custos de contratar outra pessoa novamente podem ser muito altos.

 

Vá além das capacidades técnicas para contratar o candidato certo

É normal que no mercado de TI se dê muito foco nos currículos com altas capacidades técnicas. No entanto, fique atento! Certificações não são tudo no perfil de um candidato. Seja no desenvolvimento de produtos ou oferta de um serviço de qualidade, é importante que o candidato tenha a habilidade de se comunicar. No atendimento ao cliente ou no trabalho em equipe, habilidades interpessoais são importantíssimas para qualquer profissional. Portanto, descarte os currículos com erros de digitação ou linguagem pobre.

Em um mundo cada vez mais digital, quem não sabe redigir um e-mail de forma profissional estará sempre um passo atrás.

 

O currículo é objetivo?

Passe rapidamente os olhos sobre o CV do candidato. Você consegue visualizar seu histórico profissional e entender um pouco das funções de cada cargo que ele exerceu?

Muitos profissionais, ávidos por provar suas habilidades, exageram na extensão dos CVs. No entanto, ele precisa ser um documento que comunique de forma ágil se aquele candidato é adequado ao perfil da vaga disponível em sua empresa.

Procure por currículos que destaquem resultados alcançados. O candidato é capaz de descrever de forma sucinta que objetivos completou em suas experiências anteriores? Se ele consegue fazer isso e possui as habilidades que você procura, vale a pena chamá-lo para uma entrevista.

 

Ninguém sabe de tudo um pouco

Desconfie dos candidatos que parecem saber um pouco de tudo. Na área de TI, principalmente, com diferentes exigências e certificações, é impossível que alguém conheça todas as linguagens de programação utilizadas no mercado. É melhor ter um especialista que entenda profundamente de uma linguagem do que contratar um profissional que sabe um pouco de cada coisa mas que não consegue solucionar nenhum problema mais sério por meio de uma linguagem específica.

 

Cuidado com o pula-pula

Se um candidato mudou de empresa várias vezes em um curto período de tempo, investigue mais a fundo as razões dessas mudanças. Este fato isolado não descarta imediatamente o candidato mas pode indicar falta de foco nos projetos. Portanto, todo cuidado é pouco no momento de buscar o candidato ideal. Um tempo maior investido nessa procura pode significar grande economia em processos de contração e rescisão.

Por último, se você não entende muito das habilidades técnicas necessárias para a vaga, procure avaliar o conhecimento do candidato através de certificações e cursos. Eles são boas indicações dos conhecimentos adquiridos por um profissional.

É bacana também valorizar candidatos que tenham experiência, mesmo que voluntária, em projetos em grupo. Afinal, de que adianta ter um gênio trabalhando para você se ele não sabe trabalhar em equipe? Cada vez mais os recrutadores estão percebendo o valor das habilidades interpessoais dos profissionais no processo de contratação. Procure fazer o mesmo!

Nada funciona como magia na hora de escolher o candidato certo. Mas, com estes macetes, fica mais fácil separar os profissionais com o perfil desejado e chamá-los para uma entrevista.

 

Gostaria de receber mais dicas como estas? Cadastre-se em nossa newsletter para acompanhar este e mais conteúdos que o ajudam a profissionalizar sua empresa!

 

GOSTOU? Deixe seu e-mail e receba conteúdos como este!

O que achou? Deixe um comentário