O que é TEF? Saiba porque você precisa dessa solução no seu posto

Publicado em:

O que é TEF? Saiba porque você precisa dessa solução no seu posto

Você trabalha em um nicho de mercado com grande volume de transações financeiras como supermercados e postos de combustíveis? Se sim, você deve conhecer o TEF.

Não? Você ainda não sabe o que é TEF?

Que tal descobrir como esse sistema funciona e como ele pode te dar mais agilidade no atendimento ao cliente e na gestão financeira do seu posto de combustível?

Para saber mais sobre TEF, é só continuar a ler este artigo 😉

 

O que é TEF?

O TEF, sigla para Transferência Eletrônica de Fundos, é um sistema que permite transações financeiras por meio da comunicação entre sua automação comercial e as adquirentes, que são empresas que fazem a liquidação financeira de pagamentos eletrônicos.

O TEF age na comunicação entre o estabelecimento comercial e as administradoras de cartão, possibilitando as vendas por cartões de crédito, débito e outras formas de pagamento eletrônico.

 

Por que investir em TEF?

Uma solução TEF oferece duas principais vantagens para o seu posto: segurança e organização.

O sistema centraliza e controla todas as transações por pagamentos eletrônicos realizadas no seu comércio, além de fazer a conciliação com os recebimentos dos bancos.

Uma facilidade que os sistemas TEF também costumam oferecer é o acesso a relatórios em tempo real. Desta forma, você consegue prever entradas e saídas de receita e organizar com mais precisão seu fluxo de caixa.

Além disso, o TEF amarra a venda à emissão do cupom fiscal e envia automaticamente as movimentações para o fisco para que seu comércio fique livre de surpresas em uma eventual ação de fiscalização.

 

Veja os diferentes tipos de TEF

Existem alguns tipos de TEF disponíveis no mercado e recomenda-se cada modelo de acordo com o tipo de comércio, necessidades e porte do negócio. São eles:

  • TEF discado
  • TEF IP
  • TEF dedicado

 

O TEF discado, por exemplo, faz a conexão entre seu estabelecimento e as administradoras de cartão através de linha telefônica. Já o TEF dedicado utiliza uma conexão oferecida pelas próprias operadoras de telefonia. Este modelo oferece mais rapidez nas transações, característica essencial para quem tem um comércio de grande movimento e preza pela agilidade no atendimento ao cliente.

 

Do que você precisa para ter um TEF?

Se você está decidido a colocar um sistema TEF em seu comércio, você vai precisar de 3 elementos para que ele funcione adequadamente:

  • TEF House: é a empresa responsável por desenvolver o sistema TEF e oferecer suporte técnico se o TEF não estiver operando normalmente.
  • Integradora ou Softhouse: é a empresa responsável por revender o software desenvolvido pela TEF House, fornecer a automação comercial (equipamentos de automação e sistema ERP), realizar a integração entre as soluções e dar suporte ao cliente.
  • Adquirente: é a empresa responsável por negociar as taxas de transação dos pagamentos eletrônicos e integrar com o TEF para autorizar as transações.

 

TEF é obrigatório?

Muitos empresários têm dúvidas sobre a obrigatoriedade do sistema TEF.

A fim de impedir a sonegação de impostos o uso do TEF é obrigatório em alguns estados do Brasil para aqueles que aceitam pagamentos com cartão de crédito.

Isso se dá porque o TEF faz o registro de todas as saídas de mercadorias do posto, amarrando as vendas à emissão do cupom fiscal, de modo que a taxação de impostos acontece de forma mais organizada.

Se você tem dúvidas sobre a obrigatoriedade do TEF no seu estabelecimento, consulte seu contador para saber das regras fiscais vigentes no estado em que você atua.

Agora que você sabe tudo sobre TEF, que tal conhecer uma solução?

O software de gestão da Adaptive é integrado aos principais sistemas TEF do mercado. Entre em contato com nossa empresa para fazermos um negócio com ótimo custo-benefício. Te esperamos!

 

GOSTOU? Deixe seu e-mail e receba conteúdos como este!

O que achou? Deixe um comentário