Segurança dos funcionários do posto: 4 cuidados indispensáveis

Publicado em:

Segurança do funcionário do posto: 4 cuidados indispensáveis

Promover a segurança dos funcionários no ambiente de trabalho é papel importante a ser realizado por todos, principalmente pelos gestores das empresas no segmento de postos de combustíveis, onde existem normas específicas devido à periculosidade da atividade, para garantir a segurança dos funcionários do posto. 

A real preocupação com os colaboradores, além de ser um aspecto legal, pode se tornar diferencial na contratação de novos integrantes para sua empresa. Assim, aumentam as chances do seu negócio ser visto como uma excelente local para se trabalhar, impactando positivamente no atendimento aos clientes.

A responsabilidade pela segurança vai além de simplesmente fornecer os equipamentos necessários para proteção e tornar o ambiente adequado e seguro para o trabalho, podendo mesmo influenciar a lucratividade do seu posto.

Neste conteúdo, separamos as principais dicas para manter seus funcionários seguros durante o expediente, confira:

Segurança dos funcionários do posto: por onde começar?

A segurança da equipe precisa ser um acordo que faça parte da rotina de trabalho de todos os envolvidos. Vale lembrar que o segmento de postos oferece riscos característicos não só durante os processos, mas também pela exposição a alguns tipos de produtos.

Portanto, o cumprimento dos procedimentos de segurança precisa estar de acordo com o que é exigido pela legislação vigente, e é uma responsabilidade de todos dentro do posto.

Isso quer dizer que prezar pela saúde da equipe, significa cuidar também da saúde da empresa, já que são esses cuidados que vão evitar problemas maiores no dia a dia do seu negócio, envolvendo tanto a equipe, quanto os clientes.

Equipamentos de segurança

A NR6 é a norma regulamentadora para equipamentos de proteção. Nela, pode ser encontrada uma lista de equipamentos de proteção separados de acordo com o tipo de exposição. As definições dos equipamentos de proteção, a mútua responsabilidade entre o empregador e o empregado, a responsabilidade do fabricante e dos distribuidores também estão na norma. 

EPI
Os equipamentos de proteção individual (EPIs) não podem ser compartilhados, e como o nome sugere, são intransferíveis. Cada funcionário deve ter o seu próprio EPI para assegurar que ele estará protegido a fim de diminuir os efeitos de se expor a químicas e outros fatores.  

Os EPIs mais comuns que devem ser utilizados pelos frentistas são: uniforme (com tecidos antichama), calçados de proteção, óculos de proteção, protetor auricular, luvas e creme protetivo, máscaras com filtro para vapores orgânicos e avental impermeável.

EPC
Os equipamentos de proteção coletiva são destinados à toda a equipe do posto de combustível. Os EPCs mais comuns que devem estar instalados nos postos são, entre outros: alertas luminosos, faixas de segurança, grades para contenção, placas de aviso, kit de primeiros socorros e extintores de incêndio.

É muito importante que a sua equipe seja treinada para utilizar sempre os EPIs. Porém, quando se trata de riscos reais à saúde, vale a pena treinar todos frentistas e conscientizá-los sobre a possibilidade de serem gravemente afetados pela exposição química ao benzeno, por exemplo. 

Passo a passo para garantir a segurança dos funcionários do posto

1. Treinamento da equipe

Não basta que o gestor conheça a NR 20 e suas disposições de segurança do trabalho com inflamáveis e combustíveis. Todos os colaboradores devem ser treinados em seu conteúdo e aplicar as diretrizes em seu trabalho. Esse treinamento deve ser feito por empresas especializadas e capacitadas.

O conteúdo varia de acordo com a função do colaborador, e a periodicidade de acordo com o nível do curso, entre básico (a cada 3 anos), intermediário (a cada 2 anos) e avançado (anualmente).

2. Sinalização

Uma sinalização eficiente e clara pode orientar os motoristas de forma a manter um percurso seguro dentro do posto de combustível. Investir na segurança do seu posto inclui manter a sinalização em bom estado e garantir que elas sejam eficazes para a prevenção. Também é essencial estar atento aos indicadores de riscos, como placas e sinalizadores que indicam equipamentos ou produtos inflamáveis.

3. Limpeza

Algumas substâncias, como óleo de motor, podem causar acidentes ao facilitar a derrapagem dos carros. A forma mais eficiente de evitar isso é efetuando a limpeza diária, de preferência várias vezes ao dia, de toda a pista de abastecimento.

4. Manutenção dos equipamentos

É primordial manter a manutenção dos equipamentos em dia ao investir na segurança do seu posto de combustível. Falhas nas operações e nos sistemas de abastecimento podem causar incêndios, vazamentos, intoxicações e acidentes graves.

A melhor forma de prevenir os funcionários  e clientes do posto é mantendo uma rotina de verificação e manutenção dos equipamentos, para garantir que tudo está funcionando como deveria.

Dica extra: Automatize seu posto!

Procure sempre estar atento a equipamentos e ferramentas que sejam úteis aos seus funcionários, e lembre-se de conscientizá-los sobre uso dessas soluções.

Uma boa alternativa é automatizar os sistemas do seu posto de combustíveis. Pois, além de ser uma maneira de acompanhar o desempenho da equipe e reduzir custos, também pode facilitar a vida do seu time..

Através de recursos tecnológicos é possível automatizar as bombas de combustível de modo que o frentista não precise mais ficar ao lado cuidando do volume servido. Isso evita que ele inale gases tóxicos, e em caso de explosão, estará a uma distância que oferece menos riscos à sua vida.

O que achou do nosso conteúdo de hoje? Aproveite e leia agora nosso e-book com dicas valiosas para aumentar a eficiência dos seus funcionários!

 

GOSTOU? Deixe seu e-mail e receba conteúdos como este!

O que achou? Deixe um comentário

Saiba quais foram nossas medidas e ações para proteger e garantir o bem-estar de nossos colaboradores e parceiros durante a pandemia. Leia as atualizações mais recentes.