Entenda por que alto faturamento nem sempre significa alto lucro

Publicado em:

Entenda por que alto faturamento nem sempre significa alto lucro

É comum acreditar erroneamente que o alto faturamento da empresa significa que o negócio está lucrando muito. Mas, faturamento e lucro são conceitos distintos.

Muitas vezes, mesmo que as vendas tenham sido acima do esperado, resultando em faturamento alto, a empresa não atinge o lucro desejado.

Essa diferença entre faturamento e lucro está clara para você? No seu posto, acontece de você achar que está lucrando muito devido ao alto faturamento?

Você não é o único a fazer essa confusão. Por isso, preparamos este artigo para você entender claramente a relação entre faturamento e lucro.

Quais são as diferenças entre esses conceitos e qual é a importância do conhecimento deles para o seu posto?

Dessa forma, ficará mais fácil você entender quando realmente o seu posto está tendo alta lucratividade. Continue a leitura e fique por dentro.

 

 

Entenda a diferença entre faturamento e lucro

 

O que é faturamento?

 

Podemos entender faturamento ou, em termos mais técnicos, receita bruta, como a soma de todos os valores que entram no caixa do seu posto a partir da sua atividade comercial de produtos e serviços.

Quando o faturamento está em alta, significa que todos os seus esforços em vendas, para aumentar a participação do seu posto no mercado, estão no caminho certo.

 

Por que é importante acompanhar o faturamento?

 

Saber o faturamento do seu posto é importante porque esse valor serve como base para o cálculo do montante a ser pago ao Governo em impostos, como PIS, COFINS e ICMS, por exemplo.

Além disso, esse valor também deve ser usado junto com os valores de lucro bruto e lucro líquido (que vamos explicar em seguida) no cálculo de indicadores de lucratividade, como margem bruta e margem líquida.

Esses indicadores são os responsáveis por apontar percentuais do ganho que o seu posto consegue gerar em relação ao trabalho que desenvolve.

 

O que é lucro?

 

Para entender o lucro de forma clara, precisamos dividi-lo em dois: lucro bruto e lucro líquido.

Além disso, também precisamos entender os termos custo fixo e custo variável.

Diferente do que as pessoas geralmente pensam, o custo fixo não é aquele gasto que o posto paga todos os meses. É, na verdade, a despesa cujo valor não depende da quantidade de produtos ou serviços vendidos.

Os salários dos colaboradores, por exemplo, são um custo fixo de um posto, mas não porque ele tem que pagar todo mês e, sim, porque, independente de quanto o posto vender, esse gasto existirá.

Enquanto isso, o custo variável engloba todas as despesas que variam de acordo com a quantidade de produtos e serviços vendidos. Dessa forma, a conta de água no seu posto, por exemplo, é um custo variável. Isso porque o valor depende da demanda de duchas ao longo do mês.

Sendo assim, o lucro bruto de um posto será igual ao valor faturado, menos a soma de todos os custos variáveis.

Por outro lado, para obter o lucro líquido, você deve reduzir do valor faturado tanto os custos variáveis quanto os custos fixos.

 

Por que, então, alto faturamento não significa alto lucro?

 

Considerando os conceitos faturamento e lucro, podemos chegar à conclusão de que nem sempre um alto faturamento pode ser garantia de alto lucro.

Para que isso aconteça, é preciso que o seu posto apure corretamente todos os custos fixos e variáveis e que, dessa forma, tudo o que a empresa faturou pague os compromissos, inclusive com os sócios (pró-labore).

Com todos os compromissos pagos, a empresa deve ter sobra de capital para que seja considerado lucro, ou seja, o lucro líquido.

É importante lembrar que, para que o lucro líquido seja satisfatório e garanta o retorno de investimento em determinado prazo, é necessário agir antes que o seu faturamento não seja suficiente para alcançá-lo.

E, então, entendeu por que faturamento e lucro são diferentes? Agora, com certeza você não vai mais confundir nem correr o risco de fechar o mês no vermelho por esse motivo.

Aproveite para ler também o e-book “Parcerias Empresariais: Uma Opção Para Aumentar Suas Receitas”. Com esse material, você pode colocar em prática conceitos que podem aumentar a rentabilidade do seu posto de combustíveis.

Ler agora

GOSTOU? Deixe seu e-mail e receba conteúdos como este!

O que achou? Deixe um comentário