fbpx

Gestão de crises: como sua empresa pode lidar com a quarentena?

Gestão de crises: como sua empresa pode lidar com a quarentena?

Estamos passando por um dos momentos mais desafiadores dos últimos anos: a pandemia do novo coronavírus. Os impactos da pandemia vão muito além da saúde e já atingiram a economia, o que faz com que as empresas precisem implementar estratégias de gestão de crises com urgência.

A quarentena foi uma medida tomada pelo governo para controlar a disseminação do vírus, e acabou trazendo grandes impactos para a economia. Organizações que não tinham um canal de venda digital estabelecido, ou que não possuíam caixa suficiente, possivelmente foram as mais prejudicadas.

Em momentos delicados como esse, uma coisa é essencial: a gestão de crises como estratégia pode salvar o seu negócio.

Neste conteúdo, trouxemos as 5 melhores formas para sua empresa lidar com a quarentena e superar este cenário desafiador.

 

5 passos para a gestão de crises na quarentena:

1. Preservação da liquidez do seu caixa

Neste cenário de incertezas econômicas, pode ser bastante difícil para as empresas continuarem vendendo como de costume. O primeiro passo para uma boa gestão de crises é analisar o cenário atual do seu caixa.

A gestão do fluxo de caixa é fundamental para a sobrevivência do negócio, e principalmente neste momento precisa ser realizada diariamente.

O sistema de gestão da sua empresa será o seu melhor amigo. Avalie o seu ciclo financeiro (estoque, recebíveis, contas a pagar) e tenha uma previsão realista/ pessimista.

Revise os seus gastos atuais e custos fixos para negociar com seus fornecedores, seja algum desconto ou pelo menos prazos maiores para os pagamentos.

 2. Aproveite as oportunidades tributárias

Para amenizar os reflexos da crise econômica provocada pelo coronavírus, o governo proporcionou algumas oportunidades tributárias que podem ser interessantes para sua empresa. Entre elas, podemos citar:

  •  Postergação de tributos

Para as empresas enquadradas no Simples Nacional e MEIs, os impostos estaduais e municipais com vencimentos em abril, maio e junho foram prorrogados para julho, agosto e setembro.

Ainda para os microempreendedores individuais, foram postergados a contribuição para a Seguridade Social, o ICMS e/ ou o ISS com vencimento para abril, maio e junho, ficando para outubro, novembro e dezembro.

As contribuições previdenciárias dos meses de abril e maio também foram prorrogadas, para os meses de agosto e outubro.

Já os recolhimentos de FGTS de março, abril e maio podem ser suspensos e parcelados entre os meses julho e dezembro de 2020.

  • Reduções de tributos

As alíquotas de IPI e II foram reduzidas a zero, somente para produtos específicos. Essa ação visa subsidiar a implantação de medidas sanitárias de contenção da disseminação da COVID-19. O prazo é até 1º de outubro de 2020.

Também foram reduzidas a zero as alíquotas de IOF sobre operação de crédito entre 03/04/2020 a 03/07/2020, e as contribuições para empresas do Sistema S foram reduzidas pela metade, pelo período de três meses.

3. Considere a implementação da venda online

As empresas que já possuíam vendas digitais antes do isolamento social, com certeza estão sendo menos lesadas neste período.

Para a gestão de crises na quarentena, uma boa estratégia é a implementação de vendas online, para que seu negócio não pare e consiga atingir os seus clientes onde eles estiverem.

Será necessário a criação de uma loja virtual com todos os seus produtos e uma boa gestão de estoque integrada, para ter total controle do que é vendido na internet e o que realmente está em seu estoque.

A integração do e-commerce com o sistema de gestão facilitará a sua rotina, já que a alteração de preços, controle de vendas, recebimentos e estoque estarão centralizados em um único local.

O início das vendas digitais será uma vantagem não apenas neste momento de crise, mas também no futuro, possibilitando mais canais de venda para seu negócio e alcançando ainda mais clientes a longo prazo.

4. Utilize as medidas proporcionadas pelo governo

Medidas trabalhistas também foram disponibilizadas pelo governo durante a pandemia e poderão ajudar na gestão de crises em sua empresa.

A flexibilização das regras trabalhistas foi criada para a manutenção dos empregos durante o período de calamidade e entrou em vigor em 22 de março de 2020. As principais medidas foram:

  • Implementação do teletrabalho (home office) sem a necessidade de alteração no contrato individual de trabalho
  • A antecipação das férias individuais, com a notificação para o trabalhador com antecedência mínima de 48 horas. Nesta situação, o empregador poderá escolher por realizar o pagamento do 1/3 de férias até o final do ano, junto com o 13º. As férias poderão ser concedidas mesmo que o período de aquisição ainda não tenha transcorrido.
  • Férias coletivas sem necessidade de comunicação aos sindicatos da categoria
  • Redução ou suspensão da jornada com corte de salário: a redução poderá ser de 25%, 50% ou 70% da jornada por até 90 dias, e a suspensão até 60 dias. Em todos os casos, o governo pagará um auxílio proporcional ao valor do seguro desemprego.

Adotar algumas dessas medidas pode trazer o fôlego necessário para sua empresa neste cenário de pandemia.

5. Gestão à distância

A quarentena é muito necessária para conter a disseminação do vírus e por isso o regime de trabalho home office se tornou popular na maioria das cidades.

Com ele, é ainda mais necessário gerenciar as empresas à distância, contando com o apoio de ferramentas tecnológicas de gestão.

As empresas que já contavam com soluções de tecnologia estavam um passo à frente e conseguiram migrar para o home office com mais facilidade.

Manter uma comunicação constante com seu time é fundamental para a gestão no home office, e atualmente existem diversas ferramentas para realizar essa tarefa com facilidade e nenhum custo.

Confira nosso post: Como manter uma boa comunicação com sua equipe em home office

Para gerenciar sua empresa à distância, também é preciso contar com um sistema de gestão em nuvem, que possibilitará o acesso às informações do seu negócio em qualquer dispositivo, de qualquer lugar.

Esse sistema também precisa proporcionar uma ampla visão estratégica e operacional da sua empresa, possibilitando a gestão do seu financeiro, estoque, vendas, rotinas contábeis e relatórios remotamente.

Todas essas funcionalidades e muito mais você terá utilizando o RZ Business, o sistema de gestão que foi desenvolvido para vários segmentos e traz análises profundas para uma gestão à distância mais estratégica.

Esse momento difícil irá passar, mas as empresas que inovarem e implementarem uma estratégia de gestão de crises permanecerão. Conte com o RZ Business para ajudar sua empresa a ter total controle do seu caixa, facilitar sua rotina tributária e fiscal, gerir a sua loja virtual e proporcionar a gestão à distância.

Aproveite nossa oferta especial por tempo limitado para alavancar sua empresa. Clique e transforme seu negócio!

Fique por dentro das últimas novidades sobre gestão empresarial! 

Assine a newsletter do blog Adaptive e receba conteúdos novos toda semana diretamente no seu e-mail!

Leia Também

Temos soluções para diferentes necessidades.

Saiba como tornar o seu negócio mais competitivo no mercado.

Muito Obrigado!

Muito Obrigado!