Hiperautomação: sua empresa não pode ficar fora desta tendência

Publicado em:

Hiperautomação: sua empresa não pode ficar fora desta tendência

É fato que os avanços tecnológicos não param, e a hiper automação é uma das tendências que poderá transformar o seu negócio.

A digitalização deixou de ser algo futurístico há muito tempo. Hoje, ela se tornou parte das necessidades básicas das empresas, como a necessidade de uma gestão automatizada e do trabalho remoto, por exemplo.

Por mais difícil que seja acompanhar todas as mudanças, o conceito de hiperautomação promete facilitar o cotidiano das pessoas, das empresas e de toda a comunidade por meio da inteligência artificial e machine learning.

Não é à toa que o Gartner, um dos mais renomados institutos de pesquisa e consultoria do mundo, posicionam a hiper automação como uma das 10 principais tendências estratégicas de tecnologia do ano de 2020.

Que tal entender mais sobre essa tendência e os possíveis impactos em seu negócio?

 O que é a hiperautomação?

Para falarmos da hiperautomação, precisamos, primeiramente, abordar a automação por si só, em forma de conceito.

Automação pode ser definida como um processo sistêmico que utiliza programação computadorizada ou mecânica para realizar tarefas em que era necessário interação humana.

Os principais objetivos da automação são a redução de custos e a padronização de processos repetitivos e manuais, que não exigem grande esforço intelectual.

Já a hiperautomação vai muito além, e engloba ferramentas, métodos e a própria automação para ser desenvolvida. Podemos dizer que a hiperautomação é uma estratégia a ser aplicada desde a concepção do processo, passando pela análise, design, automação, medição de desempenho e monitoramento, por exemplo.

 

Etapas da hiper automação

Etapas da hiperautomação – Fonte: iprocess.com.br

Quando falamos em hiperautomação, a principal vantagem é o desenvolvimento de negócios mais ágeis desde o princípio, o que permitirá que as pessoas mantenham seus esforços em atividades cada vez mais inteligentes.

Não quer dizer que as máquinas substituirão as pessoas, pelo contrário, todo esse conceito traz a ideia de que homem e máquina caminhem em conjunto e se tornem colaborativos.

Algumas tecnologias essenciais para a concretização da hiperautomação são a inteligência artificial, machine learning e o RPA (robotic process automation).

O conjunto híbrido dessas ferramentas permite que o processo de entender e desenvolver automações atenda às reais necessidades do modelo de negócio e traga mais resultados à sua empresa.

A hiperautomação aliada ao ERP

O ERP (Enterprise Resource Planning) pode se tornar um dos grandes aliados da hiperautomação, e transformar sua empresa otimizando os processos existentes no dia-a-dia.

A ideia desse conceito é justamente permitir que você consiga reduzir custos do negócio e manter o foco em estratégias e análise de dados, o que trará vantagens, como:

  •       Economia de tempo
  •       Informações mais precisas e seguras
  •       Melhoria na gestão de pessoas
  •       Benefícios ao controle financeiro
  •       Mobilidade: gerenciamento de qualquer lugar do mundo
  •       Facilidade no controle de estoque

Algumas soluções ERP já possuem um certo nível de automatização de processos, e podem ajudar na sua jornada para a hiperautomação. É claro que, dessa forma, sua empresa precisa buscar um sistema inteligente, e que proporcione essa evolução.

O que buscar em um ERP para fazer parte dessa inovação?

Sabemos que existem diversas opções de sistemas ERPs no mercado, mas a verdade é que não são todos que podem contribuir com a hiperautomação em sua empresa.

Existem algumas funcionalidades que você precisa encontrar no sistema inteligente para que ele te ajude nesta jornada, como:

  • Sistema que automatize as principais rotinas operacionais (como o fechamento de caixa, controle de estoque e conciliação automática de cartões, por exemplo)
  • Envie automaticamente e-mails com alertas, relatórios e gráficos
  • Centralize e integre todos os setores da empresa
  • Possua Business Intelligence para uma gestão com base em dados.

Toda essa automação comercial chegou para ficar e beneficiar as empresas com o uso das ferramentas digitais, incluindo o ERP, ou sistema de gestão.

A automação proporcionará a redução de erros causados pelos processos anteriormente manuais, e que agora se tornam eficientes e exatos.

 Com a chegada dessa tendência, tudo o que possa ser automatizado, deve e será, e cabe a você entender como esse processo será feito em sua empresa.

Acompanhar a evolução é fundamental e as decisões de negócio, incluindo a escolha do seu ERP, precisam fazer parte da inovação.

Agora que você entendeu o que é a hiperautomação e as suas vantagens, que tal ler nosso próximo artigo e aprender como automatizar as rotinas do seu posto de combustível?

 

GOSTOU? Deixe seu e-mail e receba conteúdos como este!

O que achou? Deixe um comentário

Saiba quais foram nossas medidas e ações para proteger e garantir o bem-estar de nossos colaboradores e parceiros durante a pandemia. Leia as atualizações mais recentes.