fbpx

Transformação digital: O que fazer para aderir às mudanças?

Transformação digital: O que fazer para aderir às mudanças?

 

As estratégias sempre foram definidas, no planejamento, por meio dos recursos internos do negócio. A empresa sempre esteve em foco, buscando satisfazer as próprias necessidades enquanto negócio. Em contrapartida, o cenário atual do mercado vem trazendo, de forma cada vez mais evidente, a necessidade de olhar mais atentamente para o cliente. Assim, a transformação digital aparece como uma ferramenta poderosa para alcançar esse objetivo.

E é sobre ela que falaremos hoje, acompanhe!

 

O que é transformação digital?

Conforme o mundo vai se desenvolvendo com o avanço tecnológico, o perfil estratégico das empresas também vai evoluindo. O acesso à informação, o “estar online o tempo todo”, a possibilidade da busca e oferecimento de serviços de forma digital, esses e tantos outros fatores influenciam na forma de se relacionar com o cliente, bem como o lançamento dos produtos e o posicionamento da empresa.

Para acompanhar esse fluxo de novas tendências, a transformação digital trata dos novos modelos de negócio que podem atender essa demanda que vem surgindo tão significativamente e que tende a se consolidar ainda mais.

Foco no cliente, agilidade, flexibilidade e toda a implantação de processos referente ao aproveitamento da tecnologia em prol do fortalecimento das relações de consumo são tratados no tópico transformação digital.

Para crescer e se posicionar bem no mercado, é importante entender como a relação influenciada pelo ambiente digital acontece, saber enxergar a demanda, analisar as mudanças sociais e comportamentais que afetam diretamente o negócio.

Pode-se pensar, a princípio, que para uma grande empresa essa realidade é muito mais palpável, já que os recursos permitem mais investimento nessa área. Mas a verdade é que o sucesso de qualquer estratégia vai depender da qualidade da administração, independentemente do porte do negócio.

Como essa transformação impacta as pequenas empresas?

Se por um lado as grandes empresas dispõem dos recursos para adentrar a transformação digital em maior escala, por outro, as pequenas e médias empresas assumem riscos proporcionalmente menores ao aderirem à troca nos sistemas estratégicos.

Ações consideradas menores costumam dar ainda mais resultado quando se trata de uma fatia do mercado específica. Adentrar na cultura digital potencializa a produtividade, sendo assim, quando é possível mensurar as consequências dessa reestruturação mais pontualmente, há também mais clareza nos direcionamentos.

Colocar a tecnologia como pauta central da direção de uma pequena empresa reflete diretamente na otimização dos processos. Além de maior produtividade, isso significa melhor organização das atividades: isso evita erros operacionais, aumenta a eficiência das funções, diminui o retrabalho e também colabora com a melhoria na comunicação dos setores e na experiência do cliente, demonstrando maiores vendas e maior lucro.

 

Como efetivá-la no negócio?

Mudanças estruturais desse porte devem ser muito bem administradas, portanto, a execução de testes é fundamental. Agilidade é uma palavra de ordem, juntamente com a especialização. Não é apenas sobre aderir a uma página na internet ou usar um software para potencializar seus resultados, é também — antes de qualquer coisa — sobre planejamento estratégico.

É essencial não agir de forma reativa ao que surge de funcional, sendo assim, não vale a pena manter a empresa de fora do boom de mercado por uma ideia falha de “poupança” de recursos.

A transformação digital demanda investimento, na implantação de um programa que atenda às expectativas referentes a resultado, em treinamento, etc. Por isso, ela deve estar nos planos da alta cúpula do negócio, pois nenhum recurso pode ser bem aproveitado quando não é pensado pela alta administração.

Outro ponto chave a se considerar é a liderança: quais são as melhores pessoas da sua equipe quando o assunto é tecnologia? Pessoas capazes de analisar como o ambiente digital pode aumentar o desempenho da empresa devem ser consideradas.

Existem diversos caminhos de sucesso para realizar a transformação digital, até porque ele vai muito além do simples fato — e importante — de manter a empresa atualizada. O foco aqui é que essa rota satisfaça as necessidades do negócio enquanto presença no mercado.

Por onde começar?

A cultura digital deve ser distribuída verticalmente na empresa, ou seja, ela deve ser expressada desde a gestão e direção até a linha de frente. Em empresas horizontais, funciona da mesma forma, já que a inovação deve ser vista como estrutural, buscando nos colaboradores o fit cultural que coincida com esse perfil.

A inovação não fica apenas nos processos, mas também na forma de oferecer soluções, no meio da prestação do atendimento e no comportamento. Estabelecer a inovação como uma visão e/ou valor mantém a empresa competitiva. Um ambiente corporativo inspirador agrega ao negócio projetos mais arrojados.

área de TI é estratégica, portanto, não cometa o erro de pensar nela como um mero departamento de suporte. Nesse setor se concentra a inteligência capaz de desenvolver soluções plenamente alinhadas com as necessidades apresentadas pelo mercado.

Além da parte do desenvolvimento, os indicadores podem ser levantados por meio da TI. Imagine a quantidade de dados armazenados constantemente: essas informações podem ser valiosas para a construção de uma base de dados estratégica, tanto na análise interna quanto externa.

Desde o desempenho dos colaboradores até os resultados de ações pontuais e o acompanhamento do público consumidor, tudo isso está em poder da gestão quando a tecnologia da informação atua. Isso serve para que a tomada de decisão seja certeira, fazendo a gestão ainda mais eficiente.

Uma boa administração é capaz de prever os lances futuros do mercado, se adiantando em relação à concorrência. Onde mais se poderiam encontrar as maiores tendências futuras do que no ambiente digital? Não deixe que isso seja um gargalo: quando bem administrada, a tecnologia funciona a favor da perpetuidade do negócio.

É possível ter uma amostra do que a transformação digital pode fazer por um empreendimento em todos os cantos do mundo, observando a expansão e alcance que as empresas ganham através dela. Você não vai querer a sua organização fora desse crescimento, não é mesmo?

 

Dê partida na cultura digital, planejando e desenvolvendo seus processos gerenciais a fim de não perder essa oportunidade de expansão e consolidação do negócio. Que tal começar postando este artigo nas suas redes sociais? Compartilhe!

Fique por dentro das últimas novidades sobre gestão empresarial! 

Assine a newsletter do blog Adaptive e receba conteúdos novos toda semana diretamente no seu e-mail!

Temos soluções para diferentes necessidades.

Saiba como tornar o seu negócio mais competitivo no mercado.

Muito Obrigado!

Muito Obrigado!