5 dicas para escolher o sistema de medição de tanques de combustível

Publicado em:

As réguas costumeiramente eram os instrumentos utilizados para medir o volume dos combustíveis nos tanques dos postos. Hoje, embora ainda existam, são ultrapassadas e comprovadamente ineficazes. Portanto, com o desenvolvimento de tecnologias para o mercado, esse padrão de medição se tornou obsoleto e surgiu a possibilidade de se instalar um sistema de medição de tanques de combustível.

Somente em alguns estados, os governos locais obrigam os postos de gasolina a instalarem tais sistemas, também chamados de Medidores Volumétricos de Combustíveis (MVC). Isso porque as Secretarias de Fazenda veem neles uma ferramenta para inibir a sonegação fiscal, além, claro, de trazer outras vantagens para o posto.

A questão é: como escolher o melhor sistema? É preciso ficar atento a alguns pontos que farão a diferença na hora de utilizá-lo. 

Por que é importante escolher bem um sistema de medição de tanque de combustível?

Mesmo não sendo obrigatório, postos Brasil afora estão adotando o MVC por conta dos benefícios que ele traz. A comunicação com a Fazenda local é um exemplo disso. Isso porque o sistema de medição envia automaticamente as informações ao fisco sobre o exato volume de combustível nos tanques de estocagem. 

Mas um sistema de medição vai muito além das rotinas burocráticas. Ele também registra os dados de carregamento e descarregamento dos combustíveis, o que dificulta ações de má-fé, como roubos e extravios. 

Vale lembrar também que o MVC ajuda a manter seu posto em dia com a legislação ambiental, pois auxilia na detecção de vazamentos que podem trazer danos ao solo e aos lençóis freáticos.

Bons sistemas são capazes de perceber com maior antecedência que seu tanque está vazando ou que algum outro sinistro tenha ocorrido. Eles também potencializam outras funcionalidades do sistema, como o teste do fluxo de bombas, o registro do volume, a avaliação do recipiente, entre outras. 

Confiar no sistema de medição de tanques de combustível é extremamente necessário. Com ele funcionando corretamente, você evita problemas que podem gerar multas, advertências ou até mesmo interdições. 

Até aqui, você já deve ter compreendido a importância desse instrumento. Mas, então, como escolher a melhor opção? 

Dicas para fazer a melhor escola

Considere alguns aspectos na hora de escolher o sistema de medição de tanques de combustível ideal para o seu negócio. Entre eles:

Certificações ambientais e de qualidade

Assim como todos os produtos que colocamos dentro da nossa empresa, um sistema de medição de tanques de combustível também precisa ter certificações ambientais e de qualidade. 

Antes de tudo, ele precisa contemplar o decreto de obrigatoriedade de uso homologado pela Secretaria da Fazenda local, para aqueles estados de uso obrigatório. Para além disso, há uma série de documentos, a exemplo da resolução 273 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), que precisa ser atendida.

Essas certificações não são simplesmente selos no produto. Elas indicam que ele é antifraudes, faz o controle dos combustíveis de forma assertiva, atende as obrigações fiscais e é capaz de identificar variações nas cargas e descargas, bem como os temidos vazamentos.

Exatidão no monitoramento de vazamentos

Um dos principais objetivos de se usar um sistema de medição de tanques de combustível é o monitoramento de vazamentos que podem prejudicar o meio ambiente e o seu bolso.

Você precisa atentar-se se o sistema escolhido de fato atende à NBR 13784, que estabelece critério para a seleção dos métodos adequados para a detecção de vazamentos, entre outras conformidades. Além disso, é importante verificar a presença do sensor universal, proteção contra perda de energia e alarmes visuais e sonoros. 

Caso seu posto passe por uma situação de vazamentos, você pode sofrer duras penalidades, como multas com valores exorbitantes e até mesmo a interdição do negócio. 

Praticidade e autonomia

Tenha em mente que qualquer funcionário do seu posto pode precisar operar o sistema de medição de tanques de combustível. Por conta disso, ele precisa ser um produto extremamente didático e com fácil linguagem.

Para dar mais praticidade, opte por sistemas aplicáveis em telas touchscreen que apresentem recursos visuais de fácil compreensão, como gráficos ou tabelas, e, principalmente, tenham a opção do uso da língua portuguesa. 

Ele também precisa ser inteligente. Ou seja, mesmo quando o posto não estiver funcionando, como nas pausas para abastecimento dos tanques, contraturnos ou mesmo inventários, o MVC precisa automaticamente fechar os turnos e reconhecer as descargas de combustíveis, sem ser necessário alguém dar “start” nessa operação. 

Estes detalhes podem parecer pequenos e até dispensáveis, mas colaboram para o melhor funcionamento do seu negócio e, consequentemente, para a transformação da sua gestão. 

Suporte inteiramente disponível

Mesmo sendo certificados e aprovados, estes equipamentos e softwares que fazem parte, são passíveis de erros e sempre têm algo a melhorar. Da mesma forma, na prática eles podem parecer mais complexos do que realmente são. Por isso, é importante optar por marcas que possam acompanhar seu negócio a qualquer momento.

O pós-venda é um conjunto de atividades que a empresa contratada executa após o fechamento da compra. Trata-se de um serviço muito importante, já que é por meio dela que você tira dúvidas sobre usabilidade, dá feedbacks positivos e/ou negativos, solicita reparos, resolve qualquer infortúnio.

Com a evolução de áreas como Marketing e Relacionamento com o Cliente, esse suporte tende a ser cada vez mais remoto e, por vezes, ainda mais produtivo, pois facilita a comunicação entre cliente e empresa e a consequente resolução de problemas. 

Comunicação com outros sistemas

MVCs são sistemas que funcionam de forma isolada, mas podem ter seu desempenho potencializado quando vinculados a softwares de gestão

Com essa integração, o sistema pode emitir alertas para o gestor caso ocorra alguma situação anormal, como identificação de avarias na lataria do tanque ou ocorrência de vazamentos.

Considerando outras funcionalidades, a comunicação entre MVC e ERP permite que o gestor do posto tenha uma visão mais detalhada do seu estoque e mescle as informações para construir um cenário mais completo da sua empresa.

Ter controle total sobre seu posto é mais que um sonho, é uma necessidade. Por isso, produzimos conteúdos e sistemas de gestão empresarial que ajudam você a ter seu negócio na palma da sua mão. Assine nossa newsletter, receba nossos materiais e transforme-se em um gestor de alta performance!

 

GOSTOU? Deixe seu e-mail e receba conteúdos como este!

O que achou? Deixe um comentário