5 passos iniciais para montar um posto de combustível

Publicado em:

Se você já se decidiu por começar a trabalhar no mercado de varejo de combustíveis, então agora você precisa definir os primeiros passos para montar um posto de combustível. Existem dois caminhos.

Uma opção é comprar um posto de combustível com sua estrutura pronta. Este é um assunto para outro artigo. Mas, se você quiser começar a explorar esta ideia, leia este texto. A outra alternativa é escolher um terreno e construir seu posto do zero.

Se você optou por passar pelo processo de construção e obtenção das licenças necessárias para operar no mercado de varejo de combustíveis, você está no lugar certo. Abaixo, listamos 5 passos iniciais que você deve seguir para montar um posto de combustível.

 

Escolha com cuidado a localização do seu posto

A localização é, talvez, o detalhe mais importante para iniciar seu empreendimento. Uma boa localização pode definir se o seu negócio será autossustentável a longo prazo. Portanto, avalie o terreno. Ele está próximo de riachos ou arroios? Os municípios têm regras bem específicas quanto à proximidade de postos de combustível a fontes naturais de água. Já imaginou comprar um terreno com determinada metragem e poder usar apenas 10% dela porque não considerou os aspectos legais e ambientais envolvidos na construção de seu posto?

Se você está iniciando agora e não tem um contato no ramo de postos de combustíveis, uma boa dica é contratar uma assessoria independente que poderá ajudar nos processos burocráticos para obtenção das licenças de construção e operação, além de escolher um terreno comercialmente viável para montar seu posto.

Observe também o fluxo de carros, iluminação e segurança do local, além de postos concorrentes. Tudo pode contribuir para o sucesso do seu empreendimento. Então, pare e avalie bem estes detalhes do seu futuro negócio.

 

Observe os aspectos legais e ambientais para a construção do posto

A primeira coisa a se fazer é procurar a prefeitura do seu município para se informar sobre as leis que regem a construção e operação de postos de combustíveis. Já que a atividade varejista de combustíveis oferece riscos de contaminação ao meio ambiente, existe uma série de processos que devem ser seguidos para garantir a segurança dos moradores locais, seus futuros clientes e funcionários.

Obtenha todas as licenças para operar

Conforme explicamos, é preciso seguir uma série de procedimentos para conseguir todas as licenças necessárias para construir e depois operar seu posto de combustível.

Além de buscar informações na prefeitura do seu município, veja qual é o órgão legal responsável pela liberação ambiental dos postos. Geralmente, cada estado possui o seu. Após conseguir as licenças de construção e operação, é preciso obter o certificado da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para validar que você está apto a operar no mercado de varejo de combustíveis.

 

Enfrente a concorrência

Nós falamos que uma das coisas que você deve observar ao escolher a localização do posto é a concorrência. Para quem está começando, pode ser difícil concorrer com postos que já são conhecidos nas redondezas. No entanto, o que era impedimento pode se tornar uma nova oportunidade.

Você pode buscar negociar com alguma distribuidora concorrente de postos da localidade. Por exemplo, se no bairro que você deseja atuar já existe um posto BR, você pode procurar a Shell ou Ale. As distribuidoras podem avaliar o seu projeto e, se enxergarem que existe um potencial no seu posto para concorrer em novos mercados, parte da sua obra pode ser custeada por contrato firmado entre sua empresa e a distribuidora. Pode ser uma boa forma de começar, certo?

 

Bandeira branca vs. Distribuidora: o que é melhor?

Esta é uma das maiores dúvidas para os empreendedores que desejam montar um posto de combustível. Devo operar com bandeira branca ou escolher uma distribuidora?

Há vantagens e desvantagens nas duas opções. Ao se tornar um posto bandeira branca, sem contrato de exclusividade com qualquer distribuidora, você tem liberdade para negociar melhores preços com seus fornecedores e repassá-los para seus clientes. Esta pode ser uma estratégia poderosa.

Ao firmar contrato com uma distribuidora, você não terá tanta liberdade ao estabelecer os preços do combustível vendido. No entanto, você terá a vantagem de começar no mercado com o renome de marcas conhecidas e também a possibilidade de ter as obras de infraestrutura do posto custeadas pela distribuidora.

Avalie o que se encaixa melhor com sua visão de negócio e mãos à obra!

 

Como você pode ver, são muitos os detalhes envolvidos para montar um posto de combustível. Se você quiser saber mais sobre o tema, o Sebrae tem um ótimo material para quem deseja iniciar no mercado de combustíveis.

Se você tiver dúvidas mais pontuais sobre margem de lucro e processos burocráticos, sugerimos buscar orientação em entidades regionais de revenda de combustíveis.

 

Pronto para começar? Se você gostou deste conteúdo, não se esqueça de continuar acompanhando nosso blog e compartilhar este post com os seus amigos.

GOSTOU? Deixe seu e-mail e receba conteúdos como este!

O que achou? Deixe um comentário