7 Dicas para a gestão de lojas de conveniência que não podem faltar

Publicado em:

Administrar é uma arte e o empresário é o artista. A empresa é o resultado de seu esforço e trabalho duro, consistente e persistente. Não é uma tarefa fácil e, dessa forma, quanto mais insights o gestor captar, melhor. Por isso, você verá hoje 7 dicas para a gestão de lojas de conveniência que não podem faltar.

Uma loja de conveniência é como qualquer outra empresa. Necessita de planejamento, organização, controle e direção. Deixar a loja sem acompanhamento é o mesmo que virar as costas para a própria empresa e mesmo assim esperar que dê tudo certo.

Com as dicas que você encontra aqui, será possível administrar sua loja de conveniência com o pé no chão, a visão no horizonte e as mãos nos mais seguros apoios.

 

Dicas para a gestão de lojas de conveniência

1 – Planeje tudo 

Quando dizemos para planejar tudo, nos referimos a tudo mesmo. A melhor empresa não é aquela que lucra mais ou a que opera por mais tempo no mercado. A melhor empresa é que sabe onde está e onde vai chegar. E isso só se consegue com planejamento estratégico.

Planeje desde quanto investir em cada ação, quais ações tomar e o que fazer, até qual a margem de lucro pretendida, quanto dinheiro reinvestir e quais as soluções para possíveis problemas.

Quanto mais preparada estiver a empresa, mais bem sucedida ela será. Fatores como o financeiro, pessoal, estoque, mix de produtos, serviços complementares, espaço físico, decoração, procedimentos, entre outros, todos devem ser planejados com antecedência.

 

2 – Preste atenção ao layout 

A segunda dica para a gestão de lojas de conveniência é usar o layout a seu favor. Nem sempre o layout da loja é planejado de forma a otimizar a operação da loja ou o fluxo de vendas e isso é um grande desperdício.

Acontece que, quando o cliente entra em sua loja, ele precisa ter uma visão geral de tudo o que tem à sua disposição. Raramente o cliente vai entrar em todos os corredores ou acessar todas as prateleiras.

Ao mesmo tempo, uma vez que ele se dirija a um produto, o caminho dele até o caixa deve oferecer outras opções que podem ser agregadas. É assim que ele acaba levando 3 ou 4 itens ao invés de somente um.

Não obstante, quanto mais bonita for sua loja de conveniência, mais proveitosa será a experiência do cliente ao passar por ela. Uma experiência agradável estimula a compra de mais itens e o retorno mais vezes.

 

3 – Gerencie os produtos por categorias 

Outra dica para a gestão de lojas de conveniência é o gerenciamento de produtos por categorias. Esse modelo de administração é baseado no conhecimento do cliente e cada categoria é gerenciada separadamente da outra.

Apesar do layout da loja ter uma progressão, ainda é preciso agrupar as categorias para que fiquem juntas. São elas:

  • Destino
  • Rotina
  • Sazonal
  • Conveniência
  • Nicho

Cada uma das categorias apresenta produtos específicos para um público diferente em um momento diferente. Com a gestão de produtos por categorias, você consegue aumentar as vendas, o lucro e agregar valor ao consumidor final.

 

4 – Faça uma boa gestão de estoque 

É impossível administrar uma loja sem fazer uma boa gestão de estoque. Por isso, essa é a próxima dica para a gestão de lojas de conveniência que não pode faltar de forma alguma. O estoque é a razão da sua loja existir. Se não houver o que vender, não há loja.

Por outro lado, o excesso de determinado item faz com que ele fique “encalhado” por muito tempo. É necessário atingir o equilíbrio, com uma gestão estratégica e funcional. Você deve saber o momento exato de fazer um pedido, quanto pedir de cada item e quanto tempo o pedido demorará para ser entregue.

 

5 – Treine a equipe 

Quando seus funcionários são bem treinados, eles fazem boa parte do trabalho por você. Dê treinamento de qualidade à sua equipe para que eles possam ter autonomia. Abertura e fechamento de caixa, pedidos de mercadorias, atendimento a reclamações, supervisionamento de atividades, todas são tarefas que os próprios funcionários podem cumprir.

Além disso, uma equipe bem treinada trabalha melhor. Quanto menos interferência do gestor for demandada, mais produtiva será a empresa. Por isso, esta é mais uma dica para a gestão de lojas de conveniência que você precisa adotar.

 

6 – Invista no marketing

O marketing é o que faz com que seu negócio cresça. Empresa nenhuma consegue crescer sem divulgar seu trabalho. Em uma loja de conveniência, não é diferente. Para alavancar seus resultados e fazer uma boa gestão de lojas de conveniência, invista no marketing.

Hoje, o marketing digital representa uma parcela expressiva de toda a divulgação. Você pode focar suas ações de marketing de forma local através das mídias sociais, anúncios, Google Meu Negócio, entre outras plataformas.

Porém, não se esqueça da divulgação visual para quem está passando pelo seu posto de combustível. A loja de conveniência fica muitas vezes esquecida no fundo do posto.

 

7 – Lembre-se da gestão financeira e tributária 

Infelizmente, empresa nenhuma está livre da burocracia. É necessário prestar atenção à gestão financeira e tributária da empresa a fim de mantê-la operando em plena atividade.

Mais uma dica para a gestão de lojas de conveniência que não pode faltar é efetuar uma gestão financeira e tributária perfeita. A melhor forma de fazer isso é com um bom software de gestão para lojas de conveniência.

A automação pode tirar do seu caminho inúmeras tarefas administrativas, financeiras e tributárias para que você se dedique ao que mais importa. Entretanto, não negligencie essas tarefas, pois elas são imprescindíveis ao bom funcionamento da empresa.

O Petros é uma plataforma de gestão especialmente desenvolvida para lojas de conveniência e postos de combustível que pode te ajudar com essa e outras tarefas.

Para saber mais e continuar recebendo conteúdos importantes para a gestão da sua loja de conveniência e seu posto de combustível, assine nossa newsletter.

GOSTOU? Deixe seu e-mail e receba conteúdos como este!

O que achou? Deixe um comentário