fbpx

Como otimizar o cadastro de produtos da sua loja?

Como otimizar o cadastro de produtos da sua loja?

O cadastro de produtos é etapa indispensável para a organização da sua loja. Ele facilita desde o processo de vendas até o monitoramento do estoque, entre muitas outras etapas comuns a diversos tipos de negócios.

Ao comprar uma mercadoria você já percebeu que existe um código para o item, descrição e valor na nota fiscal. Basta apenas o caixa ou vendedor passar o produto no leitor de barras ou de QR Code para as informações surgirem na tela, e, posteriormente, no cupom.

Aqui você vai entender como otimizar esse processo, e outras dicas importantes.

 

Cadastro de produtos em lojas físicas

Durante as vendas em estabelecimentos físicos o diferencial no atendimento é a agilidade. Você não pode correr o risco de um cliente pegar uma mercadoria que não esteja cadastrada no sistema.

Além de gerar um transtorno, muito provavelmente a venda não acontecerá.

Então, é fundamental criar um processo para cadastrar produtos em lojas físicas. Veja alguns tópicos que podem tornar mais eficaz esse registro.

 

  • Um profissional específico

Para evitar situações como a apresentada acima, dispor de um funcionário para fazer a revisão do cadastro é necessário.

Ele conhecerá todo o processo e vai conferir se as informações lançadas no sistema coincidem com as instruções definidas pela empresa.

Outra vantagem desse formato na organização do cadastro de produtos é a conformidade fiscal. Muitos itens têm taxas de ICMS diferentes, e ter toda atenção nesse aspecto livrará a empresa de possíveis problemas com a Fazenda, por exemplo.

Por fim, as mercadorias chegam nas prateleiras somente após a análise desse profissional.

 

  • Padronize as categorias de cadastro

Sem padrões, o seu cadastro de produto pode falhar, por isso é essencial seguir uma organização básica para apresentar os itens lançados no seu sistema.

É certo que as informações que você armazenará serão pertinentes ao seu tipo de negócio, porém normalmente os dados que não podem faltar são:

  • Tipo de produto;
  • Marca;
  • Descrição completa da mercadoria;
  • Unidade (Quilo, litro, etc.);
  • Preços (de custo e de venda);
  • Tributação;
  • Subcategorias (Categoria: Suco – Subcategoria: Suco de uva);
  • Validade.

De forma ilustrativa, você teria a seguinte estrutura:

Item 1 – Produto: Suco / Marca: A / Suco de Uva A 1 litro / Preço de custo: R$1,00 / Preço de venda: R$2,00 / Percentuais de PIS-COFINS, ICMS / Validade: 30/11/2020.

 

  • Use uma aparelhagem completa

Para que tudo isso funcione bem é necessário contar com impressoras de etiquetas para código de barras e leitores, por exemplo. 

Utilizando esse tipo de tecnologia, você conseguirá cadastrar seus produtos de maneira precisa, o que é necessário para o controle de estoque, e facilitará o frente de caixa no momento de fechar a venda. Todo o processo fica mais ágil e seguro.

 

  • Utilize um sistema de gestão

Para completar esses gadgets tecnológicos, é importante ter um eficaz software de gestão empresarial.

É uma plataforma que tem uma área específica para cadastro de produtos, e com a vantagem de se conectar com sistemas fiscalizadores e de emissão da Nota Fiscal Eletrônica. Além de ser eficiente para realizar o controle do estoque, financeiro, de clientes e outros processos internos da empresa.

 

Como otimizar o cadastro de produtos da sua loja?

Cadastro de produtos no software RZ Business. (Reprodução/Razem)

 

Cadastro de produtos online

Para lançar os dados em lojas virtuais as recomendações são bem semelhantes às mencionadas acima. Porém, existem algumas técnicas que também podem ser aplicadas para que os clientes encontrem o produto na internet.

Por exemplo, práticas de otimização como o SEO (ou Search Engine Optimization) são um dos segredos para realizar o cadastro de produtos online.

Em português, essa técnica se traduziria para algo como “Otimização para Mecanismos de Busca” e ela busca fazer precisamente isso. O SEO envolve o uso de estratégias para que a sua página virtual tenha um bom ranking no Google ou em outras ferramentas de busca, por exemplo, e para que, assim, seus clientes encontrem sua loja mais facilmente na internet e também creditem autoridade a ela.  

 

Portanto, confira o que é preciso ser feito:

  1. Insira um título único para o produto – evite ao máximo repetir o nome das mercadorias, ser o mais específico possível facilita o destaque para os buscadores.
  2. Descrição curta – descreva o produto em uma única frase.
  3. Descrição longa – utilize para descrever de forma mais detalhada todos os atrativos do item que está à venda.
  4. Palavra-chave – fundamental para a mercadoria ser encontrada na web. Deve entrar em todas as descrições dos produtos. Defina palavras-chave que sejam relacionadas ao seu negócio.
  5. Ficha técnica – o consumidor da internet quer saber tudo sobre o produto que está comprando, então quanto mais detalhes listar, melhor. Atualmente, as especificações técnicas são relevantes neste registro.

 

Assim, fica mais fácil para que seus potenciais clientes possam te encontrar através de simples pesquisas no Google. Essa é uma etapa muito importante para quem vende produtos online e pode ser um diferencial para a sua loja.

 

Com tudo isso, agora você já sabe como otimizar o seu cadastro de produtos! Invista na sua organização, e bons negócios! Para mais dicas como estas, nos siga no FacebookInstagramLinkedinTwitter e Youtube e fique por dentro de todos os conteúdos que postamos!

Fique por dentro das últimas novidades sobre gestão empresarial! 

Assine a newsletter do blog Adaptive e receba conteúdos novos toda semana diretamente no seu e-mail!

Temos soluções para diferentes necessidades.

Saiba como tornar o seu negócio mais competitivo no mercado.

Muito Obrigado!

Muito Obrigado!