fbpx

O manual completo da precificação de produtos sem erros!

6 minutos
O manual completo da precificação de produtos sem erros!

Quando falamos sobre preço, a primeira coisa que vem à cabeça de muita gente é quanto custa determinado item ou serviço. Contudo, o processo de precificação de produtos é uma das tarefas mais complexas de se fazer como gestor.

Em poucas palavras, precificação de produtos nada mais é do que determinar um preço, contudo isso não é um processo simples de fazer. Para instaurar um valor é preciso levar em conta todos os custos do seu negócio, como por exemplo, as despesas operacionais, as margens de lucro, entre outros fatores.

Ao realizar um bom processo de precificação, você consegue obter um preço mais coerente e competitivo perante a concorrência.

Ao longo deste artigo vamos te mostrar tudo o que você precisa saber sobre a precificação de produtos.

 

O que é precificação de produtos?

A definição de preço por si só é simples: o valor que uma companhia cobrará aos seus clientes por produtos e serviços. Sendo assim, a precificação dos produtos faz parte do pensamento estratégico da empresa. Esse processo é fundamental para o bom funcionamento de qualquer negócio, pois determinará como você o manterá aberto e gerando lucro.

Para que o seu modelo de negócio seja sustentável, é preciso que o preço cobrado por seus produtos seja suficiente para cobrir os custos e despesas da operação e ainda assim gerar lucro para os sócios do empreendimento.

Por isso, a precificação é um processo importante do pensamento estratégico, pois é por meio dela que você encontrará o equilíbrio para sustentar o negócio.

 

Precificação de produtos e o ponto de equilíbrio

Quando as receitas com a venda de produtos e serviços se igualam às despesas operacionais, é um momento conhecido como ponto de equilíbrio financeiro. É um marco muito importante para qualquer negócio, pois mostra que ele é sustentável e que está pronto para começar a gerar lucro.

Esse marco é também um ponto de atenção, pois é agora que a lucratividade começa a entrar na conta. Por isso, o ideal é que as empresas funcionem acima do ponto de equilíbrio financeiro, a fim de obter cada vez mais lucro.

A partir desse rendimento, o empresário pode realizar investimentos na organização, o que é fundamental para seu crescimento operacional, e por consequência, para se ter mais lucro.

 

Precificação de produtos x Precificação de serviços

Produtos e serviços são duas vertentes diferentes. Logo, a precificação dos mesmos leva em consideração diferentes aspectos.

De maneira geral, é mais simples precificar um produto que é um bem tangível do que um serviço, que não pode ser tocado ou possuído. Os produtos podem ser sentidos, armazenados, e inclusive sofrem com as limitações de estoque e disponibilidade.

Já os serviços são bem mais abstratos, pois suas limitações estão relacionadas diretamente à disponibilidade de recursos humanos para realizar os ofícios.

Outro ponto que difere a precificação de produtos da de serviço é a mensuração. As mercadorias podem ser medidas com métricas de massa e volume, por exemplo, gramas, quilos ou metros cúbicos, fardos, unidades de valor no geral.

Por outro lado, o processo de formação de preço para os serviços leva em conta aspectos como: diária, mão de obra e mensalidade.

Por isso, a precificação de produtos deve ser feita separadamente da de serviços.

 

Como fazer precificação de produtos: passo a passo

Bom, agora que você já entendeu o que é a precificação de produtos e qual a sua importância, vamos começar a entender como determinar o preço.

 

  • Tenha conhecimento dos seus custos e despesas

    Os custos e despesas podem ser divididos em duas categorias: os custos fixos, que são aqueles que dificilmente mudam, como por exemplo aluguel, matéria prima, entre outros; e os variáveis, como frete, impostos e contas de água e luz.

    Conhecer os seus custos é fundamental para não correr o risco de ficar no prejuízo. Aqui entram diversos gastos necessários para vender produtos, como: pagamento de fornecedores e funcionários, embalagens, matéria-prima e até o contador.

 

Leia também: Entenda de uma vez qual a diferença entre custo e despesa

 

  • Determine sua margem de lucro

    Aqui você vai escolher qual será a % de lucro que terá com a venda de cada produto. Vale lembrar que não existe um valor ideal, tudo irá depender das necessidades da sua empresa.

    O lucro é o saldo da diferença do faturamento com a venda de produtos e serviços e os custos e despesas operacionais, feitos com base no passo anterior.

    Quando falamos em margem de lucro, não podemos ser tão generosos nos preços porque, se não, vamos sair perdendo. Mas também não podemos ser gananciosos, se não a concorrência vence. Então, preste atenção nisso.

 

  • Olhe para o mercado

    Conforme dissemos no passo anterior, olhar o preço praticado pelos concorrentes é muito importante para o processo de precificação de produtos. Seu preço de vendas deve estar compatível com aqueles praticados pelo mercado.

    Entretanto, cuidado com as guerras de preços com seus concorrentes. Essas promoções devem ser pontuais, pois manter o preço por muito tempo lá embaixo pode determinar sua falência lá na frente.

 

  • Utilize a fórmula do markup

    O índice de markup é muito utilizado na formação de preços, principalmente porque possibilita ao empresário visualizar os lucros e os custos tudo num mesmo cálculo.

    Para fazer o cálculo do preço de venda por markup, nos fundamentamos no custo de produção, que é tudo aquilo que você gastou para produzir o que será vendido.

    Vamos usar como exemplo uma loja de materiais de construção que precisa determinar o preço de um saco de brita.

    Markup = 100/100 – (DF+DV+ML)

    Antes, vamos conhecer as variáveis.
  • Preço unitário total de venda: 100%
  • Despesas fixas (DF): 10% sobre a venda
  • Despesas variáveis (DV): 20% sobre a venda
  • Margem de lucro (ML): 20%
  • Custo de produção (CP): R$ 10,00.

 

Desta forma a fórmula de markup fica assim:

markup = 100/ [100 – (10+20+20)]

markup = 100/ (100 – 50)
markup = 100/50

markup = 2

 

Para definir o preço de cada unidade de saco de brita é só multiplicar o custo de produção pelo markup.

Preço de venda = CP x markup

Preço de venda = 10 x 2

Preço de venda = 20

Desta forma o preço final do saco de brita é de R$ 20,00.

 

Como um sistema ERP pode te ajudar a fazer a precificação de produtos

Agora que você já aprendeu como realizar a precificação de produtos, que tal utilizar a tecnologia para reduzir os custos operacionais do seu negócio, gerando mais lucro para você?

Com sistemas de gestão empresarial (ERP) você consegue ter uma visão mais abrangente do seu negócio. Controle orçamentos, consulte o estoque de produtos, analise a rentabilidade do período e muito mais.

Além das funcionalidades acima, o sistema ERP da Razem ajuda o empresário dos mais diversos tipos de negócios a fazer a precificação de seus produtos de forma mais assertiva, garantindo assim, mais rentabilidade e lucratividade para a sua empresa. Solicite uma demonstração gratuita hoje mesmo!

Fique por dentro das últimas novidades sobre gestão empresarial! 

Assine a newsletter do blog Adaptive e receba conteúdos novos toda semana diretamente no seu e-mail!

Leia Também

Temos soluções para diferentes necessidades.

Saiba como tornar o seu negócio mais competitivo no mercado.

Muito Obrigado!

Muito Obrigado!