fbpx

Por que o cálculo de giro de estoque é decisivo em sua empresa?

Por que o cálculo de giro de estoque é decisivo em sua empresa?

Empresas que trabalham com produtos ou mercadorias devem se atentar à gestão de seu estoque, pois ela pode comandar não apenas a entrada e saída de itens, como toda a operação e faturamento da empresa.

É muito comum encontrar empresas onde os gestores se preocupam muito em diminuir os custos e aumentar o faturamento, mas não se atentam ao giro de estoque, de onde pode partir grande parte das soluções.

Por isso, vamos te mostrar por que o cálculo de giro de estoque é decisivo em sua empresa e o que fazer para tirar melhor proveito da sua gestão de estoque. Acompanhe!

 

O que é giro de estoque? 

Vamos partir do básico. Antes de entender como fazer o cálculo do giro de estoque, você precisa compreender o giro de estoque em si. O acompanhamento do giro de estoque faz parte de uma gestão estratégica otimizada, capaz de manter o equilíbrio em todas as áreas da empresa.

Quando falamos em estoque, esse equilíbrio diz respeito aos itens que entram e saem do armazenamento, de modo que não haja sobra de mercadorias. 

Quando essas mercadorias ficam paradas no estoque, ocorre a estagnação do capital que poderia estar sendo utilizado de outras formas. Ainda pior é quando faltam mercadorias, o que gera insatisfação por parte do cliente, perda de vendas e perda da fidelidade conseguida ao longo do tempo.

Podemos dizer que o giro de estoque é um indicador que nos mostra por quanto tempo um item fica no estoque antes que seja comprado pelo consumidor. Portanto, tendo ciência da periodicidade de renovação do estoque, fica mais fácil calcular quantas vezes ocorre o giro de mercadorias em um determinado período.

 

E por que o cálculo de giro de estoque é decisivo em minha empresa? 

Além dos fatores mencionados acima, o cálculo de giro de estoque pode decidir como opera sua empresa, de forma que, se for bem realizado, você encontra um aumento expressivo do faturamento à medida em que faz a gestão. Do contrário, você perceberá que os prejuízos começam a aparecer sem que você consiga identificar o motivo disso.

Veja abaixo mais alguns fatores que são determinados pela qualidade da gestão do giro de estoque:

  • A competitividade do negócio;
  • A continuidade das tarefas em andamento;
  • O bom atendimento aos clientes;
  • A redução de custos com armazenagem;
  • A obtenção de melhores condições e prazos com fornecedores;
  • O acompanhamento das rotinas de entrada e saída;
  • A produtividade da equipe.

Esses são apenas alguns exemplos. A verdade é que, quando você efetua uma gestão de estoque consciente, toda a empresa ganha. Não apenas o estoque em si passa a operar de forma mais organizada e sabendo até onde pode chegar sua capacidade, mas também a gestão administrativa se modifica para acompanhar o operacional.

Entretanto, o cálculo de giro de estoque por si só não basta para alcançar tal nível de excelência. Além dele, também é preciso garantir algumas boas práticas, como:

  • Monitoramento da saída de mercadorias;
  • Definição de indicadores de desempenho de vários tipos;
  • Identificação de mercadorias com etiquetas;
  • Controle automatizado e integrado com outros setores;
  • Análise do aumento de demanda em datas sazonais e específicas (Natal, Black Friday, Dia das Mães, etc.).

Somente através de um conjunto de boas práticas será possível otimizar por completo a gestão e operação da sua empresa. É importante estar sempre atento a novas tendências do mercado, concorrentes e ferramentas que possam melhorar ainda mais os indicadores.

Tendo isso em mente, vamos agora aprender a realizar o cálculo de giro de estoque.

 

Como fazer o cálculo de giro de estoque? 

É possível realizar o cálculo de giro de estoque a partir de duas informações distintas. A primeira e mais recorrente é o cálculo baseado na quantidade de itens. O outro, mais específico, é baseado no valor das mercadorias.

Vamos ver como realizar o cálculo de giro de estoque com esses dois fatores.

 

Cálculo de giro de estoque a partir da quantidade de itens 

Para realizar o cálculo de giro de estoque baseado na quantidade de itens, é necessário conhecer duas informações: o número total de vendas em determinado período e o estoque médio.

A fórmula é bastante simples. Basta dividir o total anual de vendas pelo estoque médio.

Giro de estoque = Total anual de vendas / estoque médio

Assim, digamos que o total anual de vendas de um distribuidor de relógios digitais seja de 10.000 unidades, e o estoque médio desse distribuidor é de 1.000 unidades. Dessa forma, o cálculo de giro de estoque fica da seguinte forma:

Giro de estoque = 10000 / 1000

Giro de estoque = 10 giros

 

Isso significa que, durante o ano todo, são necessários 10 giros de estoque (entrada e saída) para suprir a demanda.

 

Cálculo de giro de estoque baseado no valor total das mercadorias 

Quando uma empresa trabalha com um catálogo que apresenta uma grande variedade de itens, o ideal é realizar o cálculo de giro de estoque baseado no valor de compra das mercadorias.

A fórmula, nesse caso, passa a ser a seguinte:

 

Giro de estoque = Total do custo das vendas / Custo da renovação de estoque

 

Digamos que um mercado de bairro teve que renovar todo o seu estoque após o Ano Novo. O custo dessa renovação foi de R$ 60.000, e as vendas anuais geraram um custo de R$ 900.000. Então, o cálculo seria da seguinte forma:

 

Giro de estoque = 900000 / 60000

Giro de estoque = 15 giros

 

Ou seja, será necessário renovar o estoque 15 vezes para atender à demanda anual.

 

Aliado às boas práticas mencionadas anteriormente, o cálculo de giro de estoque e decisivo em sua empresa ao apontar quantas vezes você precisará comprar novamente as mercadorias. Dessa forma, você não compra a mais, nem a menos.

Importante salientar que os dados utilizados nesse cálculo não devem, jamais, serem suposições. Trabalhe somente com dados reais, coletados a partir da observação de um período anterior semelhante. Considere semelhante um período com o mesmo peso de demanda, pois um mês sem data comemorativa gera menos vendas do que Dezembro ou Maio, por exemplo.

Assine nossa newsletter para ficar por dentro de novidades e dicas que podem transformar a gestão da sua empresa.

Fique por dentro das últimas novidades sobre gestão empresarial! 

Assine a newsletter do blog Adaptive e receba conteúdos novos toda semana diretamente no seu e-mail!

Temos soluções para diferentes necessidades.

Saiba como tornar o seu negócio mais competitivo no mercado.

Muito Obrigado!

Muito Obrigado!