fbpx

Por que você deveria se preocupar com a segurança de dados da sua empresa?

5 minutos
Por que você deveria se preocupar com a segurança de dados da sua empresa?

A segurança de dados das empresas é, atualmente, o foco de muitos empreendedores. Afinal, a informação é capital valiosíssimo às pretensões de um negócio. Deixá-la exposta é risco de grandes prejuízos.

Hoje, utilizar tecnologias para facilitar rotinas empresariais é consenso entre empresários e especialistas em gestão. Não é à toa, com ajuda da tecnologia digital, por exemplo, que muitos processos ficaram mais ágeis.

Contudo, em meio a tantas transformações na estrutura organizacional corporativa, surge um dilema: qual a melhor forma de assegurar a segurança de dados nas empresas?

Sim, as informações de clientes, movimentações financeiras e outras, fazem parte do patrimônio do negócio. Protegê-las é uma das diretrizes com as quais você precisa se preocupar. Continue lendo e entenda mais!

 

Qual a importância da segurança de dados nas empresas?

Hoje é comum liberar a folha de pagamento dos funcionários através de um simples clique. O RH repassa informações, e o financeiro manda o comando para o banco realizar as transferências.

Nesse processo existem senhas e dados cadastrais sigilosos que não podem vazar para terceiros. A ideia é evitar fraudes e até mesmo o desvio dos possíveis valores que serão creditados. Esse é um dos motivos pelos quais é importante investir na segurança de dados na sua empresa. 

Além dele, podemos citar também outras razões pelas quais é importante ter segurança de dados:

  • Para preservar informes dos clientes;
  • Possibilitar a utilização de recursos tecnológicos, sem maiores preocupações;
  • Realizar processos online sem sofrer ataques de hackers;
  • Impedir que informações da empresa vazem, seja pela ação desses hackers ou de funcionários mal intencionados.

Tudo isso é orientado pela tríade da segurança da informação: integridade, confidencialidade e disponibilidade.

 

Quais os principais tipos de ameaças virtuais?

Além disso, é preciso saber também com que tipos de ameaças você deveria se preocupar. Os invasores virtuais utilizam mecanismos fraudulentos para acessar redes de empresas para se apropriar do patrimônio digital.

As mais conhecidas ameaças virtuais são:

  1. Aplicativos que exploram smartphones – hoje muitas empresas usam o celular para facilitar o trabalho. Dessa forma, esse gadget se tornou, cada vez mais, um alvo. São enviados links de apps falsos que invadem o sistema do aparelho para furtar dados preciosos.
  2. A ação do phishing – mais comum de ser enviado por e-mail, o phishing é uma ação que consegue se infiltrar dentro de programas utilizados nas empresas, e obter todas as senhas, por exemplo.
  3. Softwares maliciosos –  softwares criados para roubar dados empresariais normalmente são compartilhados por e-mail ou até mesmo nas redes sociais. Podem inclusive roubar a identidade dos usuários. 

 

5 ações para manter a segurança de dados na sua empresa

Separamos aqui uma lista de medidas que te ajudarão a manter os processos digitais de sua empresa protegidos.

 

  • Digitalize documentos

Ter cópias dos documentos que circulam dentro da empresa é importante, porém, não é preciso acumular pilha de papéis. Basta escanear e salvar em pastas digitais.

No entanto, é necessário criar um procedimento para que esses materiais sejam entregues a um setor responsável pela segurança dos mesmos, evitando que essas réplicas virtuais não saiam da empresa.

Vale reforçar o critério da confidencialidade para digitalizações.

 

  • Armazene os dados na nuvem

No caso de documentos, planilhas, softwares, etc. que sejam utilizados por mais de um profissional, a orientação é utilizar aplicativos de armazenagem na nuvem.

O serviço de Cloud Computing, como também é conhecido, está cada vez mais seguro. É uma ótima maneira de não sobrecarregar as memórias dos computadores e não ter custos com pen-drive ou CD-R.

 

  • Realize backups com frequência

Empresas que já utilizam sistemas de gestão devem ter procedimentos regulares para efetuar backups.

Isso possibilitará, entre outras coisas, que se informações sumirem do sistema depois de um ataque de hacker, elas sejam recuperadas sem maiores transtornos.

 

  • Limite o acesso

Mesmo em processo digitais, criar uma hierarquia é essencial. Você define o que cada profissional pode acessar, e limita áreas e ações dentro de um software de gestão, por exemplo.

Na prática é possível elaborar um perfil de login para o auxiliar, supervisor, analista, etc. Cada um com permissão para acessar e executar determinadas atividades. Desse modo, conseguirá identificar desde um erro simples até uma violação no compartilhamento de dados.

 

  • Tenha uma política forte de senhas

A proteção das informações em seu negócio começa com uma política de confecção de senhas. Todos os funcionários precisam ser treinados para protegerem seus logins.

Lembre-se também de criar senhas complexas, com maiúsculas e minúsculas, além de números e outros caracteres também. Conte com uma empresa ou com o seu setor interno de TI para lhe auxiliar nesse processo. 

Assim, veja que para garantir a segurança de dados da empresa basta investir em processos de controles básicos, mas eficazes. Então, invista sempre nos cuidados de seu patrimônio digital. Isso é essencial para sua existência e reputação como empresa. 

Gostou do nosso post? Então nos siga no FacebookInstagramLinkedinTwitter ou Youtube para mais conteúdos como esse!

Fique por dentro das últimas novidades sobre gestão empresarial! 

Assine a newsletter do blog Adaptive e receba conteúdos novos toda semana diretamente no seu e-mail!

Leia Também

Temos soluções para diferentes necessidades.

Saiba como tornar o seu negócio mais competitivo no mercado.

Muito Obrigado!

Muito Obrigado!