fbpx

Você sabe como fazer a projeção de fluxo de caixa?

4 minutos
Você sabe como fazer a projeção de fluxo de caixa?

Você pensa em comprar equipamentos, ou alugar um imóvel para ampliar a atuação de sua empresa? O ideal é você analisar com antecedência como andam as suas finanças e a projeção de fluxo de caixa é fundamental para você pensar e tomar decisões estratégicas para seu negócio. É o segredo de um bom planejamento financeiro.

Mas antes de começar a projetar sua situação financeira, é preciso entender o que é e como funciona seu fluxo de caixa. Vamos lá?

 

O que é fluxo de caixa?

É o processo de monitorar todas as movimentações numerárias de uma empresa, ou seja, todo controle da saída e entrada de recursos financeiros.

Trata-se de instrumento básico para qualquer tipo de empreendimento e pode ser feito de maneira simples utilizando o tradicional livro-caixa, ou de forma mais segura e ágil usando um software de gestão.

 

Você sabe como fazer a projeção de fluxo de caixa?

Fluxo de caixa no software RZ Business. (Reprodução/Razem)

 

Esse monitoramento pode ser realizado em diferentes escalas de tempo (diária, mensal, semestral, etc.), isso dependerá de suas demandas. O ideal é começar com análise intensa (diariamente), e ir aos poucos identificando o período adequado para sua empresa.

Também existem quatro formas para elaborar esse controle financeiro: operacional, direto, indireto e projetado. Este último é o recomendado para as projeções de fluxo de caixa.

Para saber como elaborar e otimizar seu fluxo de caixa, clique aqui e descubra dicas essenciais para este procedimento.

Saiba como o fluxo de caixa pode te ajudar a contornar prejuízos!

 

O que é projeção de fluxo de caixa?

É a estimativa financeira que se faz a partir da análise do fluxo de caixa. Tem a mesma estrutura básica fundamentada nos informes de entrada e saída, mas usa esses dados para especular o que pode entrar no orçamento da empresa.

Sua principal função é indicar qual o possível capital financeiro que a empresa terá nos meses subsequentes. De certa forma, a projeção de fluxo de caixa é subjetiva, ou abstrata, pois desconsidera, por exemplo, o atraso de pagamentos dos clientes.

Contudo, mesmo com algumas pequenas brechas que comprometam em sua assertividade, essa ferramenta contábil é fundamental para pensar os rumos do seu negócio.

Você terá noção por exemplo de quando pode solicitar de crédito, ou focar na redução de custos adicionais que afetem o orçamento.

 

Como fazer projeção de fluxo de caixa?

Como mencionado acima, é indicado você escolher o fluxo de caixa projetado para estimar o capital futuro de seu negócio.

O fluxo de caixa projetado consiste na definição de prazos médios tanto de recebimentos quanto de pagamentos. Esse tipo de acompanhamento é voltado, principalmente, para empresas que trabalham com parcelamento de suas compras e vendas.

De maneira prática, os passos para montar sua projeção de fluxo de caixa são:

  1. Levantar todos os valores de entrada, oriundos desde empréstimos até de receitas não-operacionais;
  2. Ter em mãos dados de despesas fixas, adicionais e futuras (folha de pagamento, compra de equipamento, tributos, quitação de dívidas, etc.);
  3. Definir o saldo de caixa livre todos os meses;
  4. Escolher o período de análise para fazer suas estimativas (o mais recomendado é o semestral);
  5. Analisar cenários futuros (variação cambial, influência do ambiente, queda de preços, etc.).

 

Esse último ponto a princípio parece subjetivo, mas não é. Baseia-se na sazonalidade do mercado. Se você tem um comércio de roupas, por exemplo, a expectativa de venda em datas festivas aumenta.

Já quem tem uma padaria poderá encontrar dificuldades se algumas das matérias-primas para fabricar o pão, estiverem em menor oferta, em virtude de um problema climático.

Você precisa ser capaz de observar e avaliar esses dados, e desta maneira aproximar sua projeção do fluxo de caixa à realidade. Esse olhar amplo será seu diferencial nos negócios.

Para a consolidação dos dados financeiros, resultando em relatórios e gráficos que você utilizará em suas decisões, o ideal é adotar em sua empresa um software de gestão empresarial.

Assim você terá mais precisão em todas as informações recebidas, pois essas ferramentas oferecem diversos relatórios gerenciais que auxiliam na tomada de decisão para sua empresa, além da vantagem de unirem todos os setores da empresa (do estoque ao financeiro e ao comercial).

O livro-caixa tradicional proporciona uma margem mais propícia a erros e a esquecimentos nos lançamentos. Para fazer uma projeção de fluxo de caixa segura, nenhuma informação pode ficar de fora. Organize-se e sucesso! 

Gostou das nossas dicas?

Então se inscreva na nossa newsletter e nos siga no FacebookInstagramLinkedinTwitter ou Youtube para mais conteúdos como esse!

Fique por dentro das últimas novidades sobre gestão empresarial! 

Assine a newsletter do blog Adaptive e receba conteúdos novos toda semana diretamente no seu e-mail!

Leia Também

Temos soluções para diferentes necessidades.

Saiba como tornar o seu negócio mais competitivo no mercado.

Muito Obrigado!

Muito Obrigado!