fbpx

Gestão da produção: Como gerenciar a produção de uma pequena empresa

GESTÃO DA PRODUÇÃO – COMO GERENCIAR A PRODUÇÃO DE UMA PEQUENA EMPRESA

A gestão da produção inicia no momento da entrada de materiais, passando pela transformação, até a saída para o estoque ou diretamente para o cliente.

Com a gestão da produção, uma pequena empresa consegue fabricar produtos de maior qualidade, em menor tempo e manter estoques mais adequados à demanda. 

Uma boa gestão da produção em pequenas empresas gera clientes fidelizados, aumenta a satisfação e impulsiona o faturamento da empresa.

Observe o passo a passo para gerenciar a produção de uma pequena empresa.

Como fazer a gestão da produção em uma pequena empresa – passo a passo

A gestão da produção se divide em 3 etapas principais, e essas são compostas por mais alguns passos.

 

  • Primeira etapa: Entrada de materiais, onde ocorre a captação de tudo o que é necessário para a fabricação do produto.
  •  Segunda etapa: Transformação, onde os materiais são trabalhados para se tornarem o item a ser fabricado.
  •  Terceira etapa: Saída, que pode ocorrer tanto para um estoque quanto diretamente para o cliente.

 

Existem muitas formas de realizar a gestão da produção e isso depende do tipo de produto, do tipo de demanda e do tipo de operação de uma indústria. Um produto perecível tem a produção diferente de um equipamento eletrônico e isso se reflete na gestão da produção.

 

5 PASSOS PARA GERENCIAR A PRODUÇÃO DE UMA PEQUENA EMPRESA

1. Definir as metas

O primeiro passo para gerenciar a produção de uma pequena empresa é definir as metas de vendas dos produtos finais. Leve em consideração a demanda pelo produto. Se necessário, inicie com metas mais baixas e vá modificando conforme o negócio vai crescendo.

Vamos usar como exemplo uma fábrica de calças jeans que acabou de iniciar suas atividades. Digamos que, inicialmente, o público dessa fábrica é somente local. Dessa forma, a meta de venda definida foi de 20 calças por dia, totalizando aproximadamente 400 peças ao fim do mês, se a fábrica operar somente de segunda a sexta.

Conheça o Guia completo para automação de processos da sua empresa!

2. Planejar as entradas 

Com a meta em mãos, a empresa deve agora planejar as entradas de materiais necessários para a fabricação de todo o mês. Seguindo o nosso exemplo, digamos que, para fazer uma única calça feminina tamanho 40, precisamos de uma peça de tecido de 2 metros, com 1,50 m de largura.

Além disso, também são necessários aproximadamente:

  • 1 m de linha;
  • 10 cm de entretela;
  • 2 botões;
  • 1 zíper;
  • 1 etiqueta;
  • 1 embalagem.

 

Em seguida, basta multiplicar esses valores pela meta mensal. Neste caso, 400:

  • 800 m de tecido;
  • 400 m de linha;
  • 40 m de entretela;
  • 800 botões;
  • 400 zíperes;
  • 400 etiquetas;
  • 400 embalagens.

 

No caso de itens não perecíveis, como a calça, todo o material pode ser adquirido de uma só vez. Isso ajuda a diminuir os preços e melhorar as condições de compra, além de deixar uma boa reputação com o fornecedor.

Já no caso dos perecíveis, como alimentos, há a opção de adquirir os itens semanalmente, ou fazer a aquisição mensal e solicitar a entrega semanal, se o fornecedor oferecer esse formato de compra.

E lembre-se de que o estoque parado é a mesma coisa que dinheiro parado. Portanto, planeje bem a entrada de materiais para gerenciar a produção de uma pequena empresa.

Uma boa opção é manter tudo registrado em uma planilha, ou, ainda melhor, em um bom software de gestão empresarial, que te ajuda a fazer essa gestão de forma muito mais fácil e descomplicada.

3. Roteiro de produção 

Aqui, já entramos na etapa da transformação. O roteiro de produção é uma forma de manter a gestão da produção sob controle. Levante as seguintes informações:

  • Nome da tarefa;
  • Lista de materiais;
  • Tempo necessário;
  • Máquinas necessárias;
  • Pessoas necessárias.

 

Em seguida, ordene as tarefas na ordem em que devem ocorrer, já considerando o tempo que cada uma leva:

  • Medir o tecido – 1 minuto;
  • Cortar o tecido – 3 minutos;
  • Costurar – 30 minutos;
  • Pôr o zíper – 5 minutos;
  • Costurar os botões – 1 minuto;
  • Colocar a etiqueta – 1 minuto;
  • Embalar – 1 minuto.

 

Esse processo não precisa ser linear. Sua indústria pode realizar várias dessas tarefas ao mesmo tempo. Assim, o tempo de produção diminui. Em nosso exemplo, não seria possível produzir 400 peças em um mês trabalhando apenas de segunda a sexta 8 horas por dia.

Para solucionar, pode ser definido um cronograma de trabalho que faça 10 peças simultaneamente, ou ainda, a compra de equipamentos que diminuam o tempo de costura de 30 para 15 minutos.

Percebe-se que gerenciar a produção de uma pequena empresa é uma ótima forma de saber se ela está preparada para atender à demanda.

4. Layout 

Este passo da gestão da produção ainda faz parte da etapa de transformação. O layout do chão de fábrica é importante porque ele deve otimizar a passagem do produto através das estações de trabalho, além de permitir que os colaboradores cheguem rapidamente a qualquer estação. Faça uma boa organização do layout.

5. Gerenciando a saída 

O último passo para gerenciar a produção de uma pequena empresa é a saída do produto fabricado. Em casos onde a produção é uma encomenda direta do cliente, o produto pode seguir imediatamente para expedição.

Caso contrário, ele fica no seu estoque. Lembre-se de que produto no estoque é dinheiro parado, especialmente em caso de produtos perecíveis, que podem passar do prazo de validade rapidamente.

Se você quer facilitar todo o processo e garantir o melhor aproveitamento ao gerenciar a produção de uma pequena empresa, procure um software de gerenciamento que consiga automatizar diversas tarefas.

Este deve ser um software capaz de apresentar quais materiais devem ser comprados, em que quantidade e quando, além de indicar o espaço disponível em estoque, gerenciar a expedição, oferecer relatórios precisos para acompanhamento da produção, entre outras atividades.

Peça sua demonstração gratuita do RZ Business e conheça um software que faz todas essas tarefas e muito mais pela sua indústria.

Fique por dentro das últimas novidades sobre gestão empresarial! 

Assine a newsletter do blog Adaptive e receba conteúdos novos toda semana diretamente no seu e-mail!

Leia Também

Temos soluções para diferentes necessidades.

Saiba como tornar o seu negócio mais competitivo no mercado.

Muito Obrigado!

Muito Obrigado!