Como escolher um sistema para loja de conveniência: 5 dicas para tomar a melhor decisão

Publicado em:

Como escolher um sistema para loja de conveniência: 5 dicas para tomar a melhor decisãoControlar estoque, gerenciar contas e acompanhar vendas são algumas das tantas atividades que gestores varejistas devem realizar diariamente. Quem está no segmento de varejo alimentar, não é diferente, por isso é bastante necessário o uso de um sistema para loja de conveniência.

Com ele, você pode otimizar todas essas demandas, com uma qualidade de entrega muito maior e acompanhamento mais assertivo. Desmistifique a ideia de que softwares de gestão foram feitos apenas para grandes empresas; sua loja também precisa utilizá-lo, e vamos dizer os porquês.

Por que sua loja de conveniência precisa de um sistema de gestão

Muitos são os benefícios de um sistema para lojas de conveniência. Entre eles, podemos elencar os seguintes:

Controle dos preços

Quando falamos de controle de preços, falamos tanto da possibilidade de realizar a auditoria quanto de remarcá-los com agilidade.

Um software de gestão compila as informações dos preços de todos os produtos da loja de conveniência, tornando possível identificar facilmente se os valores indicados no sistema correspondem ao que está nas gôndolas.

Já na hora de remarcar o produto, a atividade pode ser realizada de forma muito mais prática, pois ele coleta os dados por meio do código de barras de uma unidade e gera a remarcação automaticamente. 

Melhor gestão de estoque

A gestão do estoque é uma peça fundamental para a organização da loja de conveniência. Afinal, quando isso é bem feito, você consegue vender da maneira adequada, seus clientes não ficam desassistidos, nem seu negócio se transforma em um verdadeiro depósito.

Um software de gestão ajuda nessa missão, pois registra cada entrada e saída de produtos, apontando as datas de movimentações e onde eles se localizam no estoque. 

Além disso, é possível programar alterações em produtos em lote, automatizando um processo que levaria dias para a equipe realizar manualmente. 

Uma boa gestão de estoque também facilita, e muito, a escolha do mix de produtos da loja, contribuindo para o aumento do ticket médio. 

Otimização de rotinas operacionais

Como já deu para perceber, adotar um sistema de gestão na loja de conveniência impacta diretamente no trabalho da sua equipe.

Seus colaboradores passam a fazer de maneira automatizada rotinas que antes eram realizadas manualmente, como remarcação de preços, acompanhamento do fluxo de caixa, conciliação de vendas em cartões e relatórios gerenciais.

Dessa forma, os processos são otimizados e abre-se margem para investir em outras inovações que utilizem bem a energia do time. 

Leia essas dicas antes de escolher um sistema para loja de conveniência

Agora que você já sabe o quão benéfico é ter um sistema para sua loja de conveniência, deve estar com muita vontade de adotar um o mais rápido possível.

Mas, vá com calma. Existem centenas de sistemas de gestão disponíveis no mercado, cada um para atender a necessidades específicas. Portanto, você deve pesquisar, investigar, conhecer os produtos que surgem à frente para não se arrepender depois.

Muitos são os motivos que levam os gestores a escolherem um ERP. O preço, portanto, não deveria ser o fator decisivo para adoção.

E felizmente isso não acontece. Segundo a pesquisa Panorama Mercado ERP 2020, 37,5% dos consumidores fizeram a contratação de um ERP por conta da qualidade e tecnologia do produto; o preço foi motivo de compra apenas para 9%.

Ainda nessa pesquisa, foi apontado que 56% dos entrevistados buscaram um software de gestão justamente para trazer melhorias para a gestão da empresa. 

Para ajudar você a fazer a escolha certa e não ter dor de cabeça adiante, selecionamos algumas dicas sobre o que você deve conferir na hora de escolher um software de gestão para o seu negócio. 

#1 Integração com todos os setores da empresa

Um software de gestão integrado, como o nome bem sugere, é um sistema que deve reunir em um único ambiente todos os setores que movimentam a engrenagem da empresa. 

Praticamente todos fazem isso, mas muitos são modularizados, ou seja, para integrar o setor financeiro ao fiscal, por exemplo, é preciso dar um upgrade no contrato.

Então, atente-se a este detalhe na hora de fechar o contrato com alguma empresa desenvolvedora, pois você precisa ter a certeza de que o valor pago mensalmente corresponderá ao que você espera: integrar todas as áreas-chave para a melhor gestão do seu negócio.

 #2 Disponibilização de dashboards

Outra dica bastante útil para quem está atrás de um sistema para a loja de conveniência em que atua é conferir se ele oferece uma visão 360º do negócio.

Como isso é possível? Por meio de dashboards. Essas ferramentas compilam e organizam as informações essenciais para o funcionamento do negócio ou um processo específico em uma única tela por meio de recursos visuais.

De maneira simples e direta, os dashboards mostram o comportamento da performance da empresa, se tudo está indo bem ou se precisa melhorar. Dessa forma, o gestor pode definir ações estratégias de forma mais ágil e baseado em fatos e dados.

#3 Inovação e agilidade no ato da compra 

O mercado está inovando não somente para acompanhar as tendências em tecnologia, mas também para acompanhar a mudança de comportamento do consumidor.

Uma das demandas dos consumidores é a agilidade na hora de comprar, e um sistema para lojas de conveniência que esteja adaptado a isso ganha pontos.

Como a utilização de Totens de Autoatendimento, por exemplo, a loja de conveniência oferece mais autonomia e agilidade ao cliente ao permitir que ele mesmo realize a solicitação do pedido. 

#4 Comunicação direta e eficiente

Saber o que está acontecendo a todo instante em sua loja é extremamente importante. Por isso, busque um sistema de gestão que emita alertas para diversas situações.

Isso é muito importante, pois a rotina de uma empresa, seja de qual porte for, é muito intensa e recheada de imprevistos. Por conta desses contratempos, atividades básicas podem ser deixadas de lado mesmo sem querer.

Um sistema de emissão de alertas pode lembrar o gestor a pagar contas que estão próximas do vencimento ou mesmo já vencidas, fazer o fechamento dos caixas da loja, conferir divergências entre pedidos de compra e notas fiscais e muito mais.

São ações simples e corriqueiras, mas que podem gerar impacto negativo na sustentabilidade do negócio se não forem feitas no momento adequado. 

#5 Possibilidade de gerir seu negócio a qualquer momento, de qualquer lugar

Não é de hoje que o mundo se tornou mobile, ou seja, a vida das pessoas passou a girar em torno das telas dos celulares e similares. Logo, o mundo corporativo também deve estar lá. Sai na frente quem já está.

Um ERP completo deve contar também com uma ferramenta mobile para gestão do negócio que auxilia no controle dos processos operacionais da empresa para que a tomada de decisão seja mais segura e efetiva.

Em instrumentos como esse, que só precisam da internet para funcionar, o gestor pode visualizar dashboards de performance, construir relatórios gerenciais, monitorar informações de venda, alterar preços, aprovar créditos e despesas e muito mais.

No fim das contas, significa realmente ter a gestão da empresa na palma da mão.

Com essas dicas, esperamos que você tenha entendido quais pontos deve considerar na hora de escolher um sistema para loja de conveniência. Nossa intenção é mostrar o caminho certo para que você consiga elevar a gestão do seu negócio a outro patamar.

Quer saber como nosso sistema para loja de conveniência pode transformar a gestão do seu negócio? Basta clicar aqui e solicitar uma demonstração gratuita

GOSTOU? Deixe seu e-mail e receba conteúdos como este!

O que achou? Deixe um comentário